Prefeitura do Rio mantém aperto na fiscalização do transporte complementar e remove 54 vans e kombis

Publicado em: 3 de agosto de 2019

Todos os utilitários rebocados são encaminhados aos depósitos do Recreio e São Cristóvão

Agentes da CETC afirmam que 40% dos veículos removidos eram piratas. Ações começaram na segunda-feira, 29 de julho, e resultaram em 355 autuações

ALEXANDRE PELEGI

Com ações realizadas em diversos bairros do Rio de Janeiro desde segunda-feira, 29 de julho de 2019, equipes da Coordenadoria Especial de Transporte Complementar (CETC), da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) da prefeitura, lavraram 355 multas por irregularidades flagradas nas ruas.

Os fiscais da CETC removeram 54 vans e kombis, das quais 22 piratas. A operação ocorreu em diversos bairros, visando fiscalizar os serviços prestados e reprimir o transporte ilegal realizado por vans piratas.

Várias irregularidades foram flagradas pelos agentes: van em mau estado de conservação, selo vencido, licença fora da validade, motorista manuseando celular ao volante, van  estacionada em local proibido, lotação excedente, motorista sem autorização para executar o serviço e transitar na calçada.

Os veículos piratas tirados de circulação foram flagrados no Itanhangá, Jacarepaguá, São Cristóvão, Campo Grande, Santíssimo, Bangu, Guaratiba, Santa Cruz, Penha, Guadalupe, Bonsucesso, Coelho Neto e Tanque.

As operações ocorrem diariamente e são planejadas pela equipe com base em informações via 1746 e do setor de inteligência, obedecendo à especificidade de cada região.

Nas abordagens, os permissionários são orientados pelos fiscais da CETC quanto à conduta na prestação do serviço de acordo com o código disciplinar que rege a categoria e Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Os utilitários rebocados são encaminhados aos depósitos do Recreio e São Cristóvão.

A CETC destaca a importância da população no registro de denúncias, que são anônimas, e podem ser realizadas por meio da central 1746 em posse da placa, data, horário e local  com o objetivo de auxiliar no planejamento das ações.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Alfredo disse:

    Parabéns a prefeitura do Rio, aqui em São Paulo, no bairro de São Miguel Paulista, tem várias indo para Guarulhos e nem a EMTU ou a Sptrans fazem alguma coisa, vergonha

Deixe uma resposta