Partido Verde da Alemanha quer cobrar taxa de turistas em Berlim para financiar transporte público

Publicado em: 3 de agosto de 2019

Tarifa de 5 euros será paga uma única vez por aqueles que se hospedarem na capital

ALEXANDRE PELEGI

Berlim, como as grandes capitais europeias, tem um forte atrativo para turistas do mundo todo, conhecida por seu cenário artístico e monumentos modernos. Muitos turistas têm como endereço certo a visita ao Portão de Brandemburgo, construído no século XVIII, e que após a queda do Muro construído após a II Guerra se transformou em símbolo da reunificação do país.

Além dos gastos tradicionais que todo turista tem, um em especial poderá encarecer um pouco a viagem dos que quiserem conhecer Berlim. Isso, evidente, caso uma proposta do Partido Verde (PV) da Alemanha se torne realidade.

Força mais votada nas últimas eleições europeias entre o eleitorado berlinense, os Verdes querem introduzir uma taxa de cinco euros aos turistas que visitarem a capital alemã. O motivo é nobre e o dinheiro teria destino certo: financiar o transporte público e a atenuar os efeitos do turismo na cidade.

Segundo a agência de notícias EFE, a proposta foi formulada durante reunião do PV realizada neste final de semana. O imposto, segundo a agência, deixaria de fora apenas as crianças menores de seis anos. Ele seria cobrado uma única vez dos visitantes que se hospedarem em hotéis, pensões ou casas de férias.

Se a “ecotaxa” vingar, o valor arrecadado será significativo e poderá aumentar os recursos para o transporte público sustentável. A EFE ressalta que a capital Berlim é cidade com maior impacto turístico da Alemanha, registrando em 2018 mais de 32 milhões de pernoites, recorde histórico após vários anos de crescimento contínuo no setor hoteleiro.

 Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Rodrigo Zika! disse:

    Esses modelos da Solaris acho top.

Deixe uma resposta