Google Maps passa a mostrar estações de compartilhamento de bicicletas em cidades brasileiras

Publicado em: 21 de julho de 2019

Nesta semana, a função foi ampliada para um total de 24 cidades em 16 países. Foto: Divulgação / Heloisa Ballarini.

Novidade funciona em São Paulo e no Rio de Janeiro, inicialmente

JESSICA MARQUES

A Google informou, por meio do blog oficial, que a ferramenta Google Maps passou a mostrar estações de compartilhamento de bicicletas em cidades brasileiras. A função também foi ampliada no exterior.

Nesta semana, a função foi ampliada para um total de 24 cidades em 16 países. Os municípios incluem São Paulo, Rio de Janeiro, Barcelona, ​​Berlim, Bruxelas, Budapeste, Chicago, Dublin, Hamburgo, Helsinque, Kaohsiung, Londres, Los Angeles, Lyon, Madri, Cidade do México, Montreal, Nova cidade de Taipei, Nova York, área da Baía de São Francisco, Toronto, Viena, Varsóvia e Zurique.

“Com uma estimativa de 1,6 mil sistemas de compartilhamento de bicicletas e mais de 18 milhões de bikes compartilhadas em centros urbanos ao redor do mundo, essa indústria tornou-se mainstream. Por todo o último ano, viajantes da cidade de Nova York usaram o Google Maps para localizar estações de compartilhamento de bicicletas disponíveis em tempo real”, informou a Google.

Uma parceria entre a Google e a Ito World permite que os dados de compartilhamento de bikes sejam transferidos diretamente para o Google Maps.

A função já está disponível para o Google Maps tanto no iOS como no Android. O aplicativo informa sobre a funcionalidade por meio de notificações.

Com a novidade, usuários poderão localizar estações e bicicletas disponíveis da mesma forma que pesquisam por outros transportes, como linhas de ônibus, trajetos de transporte público e transporte por aplicativo.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Marquinho Curitibano ( Eterno Parabrisa ) disse:

    Show de bola Google Maps. Parabéns pela iniciativa. Vai facilitar muito a vida dos usuários da bicicleta.

Deixe uma resposta