Atende completa dois anos sob administração da Transwolff com 220 mil atendimentos

Criado em 1996, o Serviço de Atendimento Especial – Atende é considerado referência em transportes na capital paulista. Foto: Divulgação.

Empresa foi a primeira da capital paulista a operar os novos modelos do serviço

JESSICA MARQUES

O serviço Atende completou dois anos sob a administração da Transwolff com 220 mil atendimentos na capital paulista. O programa foi criado em 1996 para realizar o transporte porta a porta de pessoas com deficiência para atividades de lazer, cultura, saúde e integração.

Transwolff informou, em nota, que foi a primeira empresa na cidade de São Paulo a operar os novos modelos do serviço implantado em toda a cidade.

A empresa informou que começou com 14 vans, o número de vans mais que quintuplicou, já são 68 neste segundo ano.

São dois tipos de veículos: um para pessoas com autismo e para cadeirantes, com capacidade para transportar seis passageiros, incluindo o acompanhante. O outro é destinado exclusivamente para dois cadeirantes e tem mais cinco lugares para acompanhantes ou pacientes com outro tipo de enfermidade, com um total de sete lugares.

A marca dos dois anos foi comemorada na sexta-feira, 05 de julho de 2019 pela Transwolff, empresa de ônibus do subsistema local.

DEPOIMENTOS

Para comemorar os dois anos de atendimento, a Transwolff reuniu depoimentos de usuários do serviço.

A dona de casa Marielza Silva de Jesus Fonseca, 56 anos, é mãe do Gabriel, 22 anos, que usa o serviço toda semana para ir à ecoterapia no Guarapiranga e ao Lumen, centro de diagnósticos.

“As vans tem pontualidade, não tenho do que reclamar. É uma pena que as ruas não colaboram com as vans, que são limpas e cheirosas. Se me pedisse uma nota, daria 10”, disse Marielza.

A cadeirante Yasmin Vitória Ferreira de Lima, 15 anos, moradora do Jardim São Jorge, na Zona Sul de São Paulo, informou que utiliza o Serviço Atende todos os dias para ir à escola. Já utilizou o serviço para fazer fisioterapia na AACD.

“O ar-condicionado é bom, os motoristas me tratam bem, principalmente o Senhor Giová. Eles têm paciência”, elogiou. “É um serviço que tinha de ter em outros lugares”, completou.

CONHEÇA O ATENDE

Para ter acesso ao transporte, o interessado deve ligar de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h, para o número 156 da Prefeitura de São Paulo ou procurar os postos de atendimento nas Prefeituras Regionais.

É necessário baixar uma ficha de avaliação médica, que deve ser preenchida pelo responsável pelo tratamento do passageiro. O link é: http://www.sptrans.com.br/passageiros_especiais/atende_inscricao.aspx

O serviço opera todos os dias da semana das 7h às 20h, somente para passageiros cadastrados. Há uma programação pré-agendada de viagens.

O Atende também oferece atendimentos nos fins de semana para levar as pessoas com deficiência a eventos de lazer, esporte e cultura. Neste caso, são as instituições que trabalham com pessoas com deficiência que devem fazer a solicitação do transporte, com, no mínimo, uma semana de antecedência.

Criado em 1996, o Serviço de Atendimento Especial – Atende é considerado referência em transportes na capital paulista, apesar de ainda haver uma demanda superior à oferta.

O Atende hoje possui quase 400 vans e 100 táxis adaptados que pegam as pessoas com limitação severa de mobilidade na origem e as levam até o destino.

Leia também: https://diariodotransporte.com.br/2018/04/21/atende-reune-historias-de-vida-e-superacao/

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Deixe uma resposta