Frente Parlamentar do Transporte será lançada no Congresso amanhã para mais corredores de ônibus e linhas de metrô

Com mais corredores de ônibus, transportes públicos tendem a ser mais eficientes, mostram experiências no Brasil e em outros países. Foto: Adamo Bazani (Diário do Transporte) - Clique para Ampliar

Objetivo de senadores e deputados é discutir subsídios aos sistemas, verbas para obras e políticas públicas

ADAMO BAZANI

Nesta quarta-feira, 03 de julho de 2019, será lançada no Congresso uma Frente Parlamentar Mista do Transporte Público, composta por deputados e senadores.

A informação é da agência oficial da Câmara dos Deputados.

Entre os objetivos está conseguir e debater o melhor uso de verbas para ampliação de corredores comuns de ônibus e BRTs – Bus Rapid Transit, sistemas de ônibus de maior capacidade e velocidade que os corredores simples, em todo o país.

Somente nos últimos cinco anos, houve perdas de cerca de 25% na demanda dos ônibus, de acordo com dados do ano passado da NTU – Associação Nacional das Empresas de Transporte Público, que reúne em torno de 500 viações em todo o país.

Grande parte desta perda é atribuída à falta de eficiência dos ônibus por estarem presos no trânsito, recebendo pouca prioridade, apesar de transportarem mais pessoas que os carros.

Os parlamentares também vão discutir formas de incentivar a manutenção e a ampliação de sistemas metroferroviários, com ênfase especial para sistemas de alta capacidade de fato, como metrô e trens suburbanos.

Uma das ideias é discutir planejamentos que não rivalizem ônibus e trilhos, mas que ambos se complementem.

Formas de subsidiar tarifas e gratuidades também devem estar entre os debates.

Em nota, a Agência Câmara diz que a frente quer fortalecer o transporte público nas cidades brasileiras e que vai contar com um colegiado de parlamentares.

Às 14h30, no auditório Freitas Nobre, será reinstalada a Frente Parlamentar Mista do Transporte Público. O colegiado será coordenado pelo deputado Mauro Lopes (MDB-MG), com o apoio de três coordenadores-adjuntos: o senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG), e os deputados Orlando Silva (PCdoB-SP) e Ronaldo Carletto (PP-BA).

Essa frente vai trabalhar em favor da mobilidade urbana por meio do fortalecimento do transporte público; e promover políticas e iniciativas que possam ampliar a oferta de serviços de transporte público de maior qualidade e mais acessíveis à população.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Deixe uma resposta