Prefeitura de São Paulo remaneja R$ 15 milhões para corredores de ônibus

Publicado em: 24 de maio de 2019

Rede de corredores de ônibus e de pouco mais de 130 km para 13 mil ônibus. Foto: Adamo Bazani (Diário do Transporte) – Clique para Ampliar

Na segunda-feira, Bruno Covas disse que novas obras para infraestrutura de transporte coletivo só seriam anunciadas com garantias de recursos

ADAMO BAZANI

A prefeitura de São Paulo remanejou nesta sexta-feira, 24 de maio de 2019, R$ 15 milhões para obras de ampliação, reforma e requalificação de corredores de ônibus.

Os recursos integram abertura de um crédito adicional de R$ 17,7 milhões (R$ 17.788.907,65) e a maior parte do dinheiro sairá da destinação original para “Recuperação e Reforço de Obras de Arte Especiais – OAE” – R$ 15 milhões.

Na verdade, trata-se da restituição de uma parte para os corredores que, dede o início de 2017, ainda quando o atual governador João Doria era prefeito, verbas que eram para os corredores tinha sido destinadas para outras ações, como o programa Asfalto Novo e até a reforma do Autódromo de Interlagos.

Na última segunda-feira, durante entrega do terminal de ônibus da Vila Prudente, na zona Sudeste, o prefeito Bruno Covas, em resposta a uma pergunta do Diário do Transporte, disse que novas inaugurações e obras de infraestrutura de transporte coletivo só seriam anunciadas após garantias de recursos.

Como mostrou o Diário do Transporte, em 08 de abril, a prefeitura apresentou um novo Plano de Metas para o período de 2019-2020.

O total de corredores a serem implantados, que era de 72 km, foi reduzido para apenas 9,4 km.

Na ocasião, Bruno Covas atribui a mudança a alterações ocorridas no governo Federal: “Se previa muito recurso, em especial de transferência do Ministério das Cidades para poder ampliar a quantidade de corredores, que não se realizou, e nosso foco nessa gestão é botar para funcionar o que existe”.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2019/04/09/bruno-covas-reve-metas-de-doria-e-reduz-plano-de-construir-72-km-de-corredores-para-apenas-94-km/

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Comentários

  1. Pedro disse:

    Estamos abandonado por este governo vergonhoso, o transporte nunca esteve pior a saúde então nem se fala não temos médicos, ficamos horas esperando um atendimento que na sua maioria não atende as nossas necessidades, parabéns ao povo de SP pela eleição desses péssimos administradores.

  2. Alfredo disse:

    Eu não me sinto culpado pois nunca confiei nas promessas do Doria, muito confete para poucos foliões, um desastre esse governo do PSDB , tão ruim quanto ao PT

Deixe uma resposta