Sistema de sinalização que vai reduzir intervalos na linha 10-Turquesa será instalado até 2022, diz Baldy

Trens da linha 10-Turquesa. Intervalos podem ser de três minutos com equipamentos. Foto: Adamo Bazani – Diário do Transporte/Clique para Ampliar

Reportagem da TV Globo mostra que equipamentos foram comprados em 2009 por 176milhões de euros e até hoje não foram instalados

ADAMO BAZANI

A linha 10-Turquesa da CPTM – Companhia Paulista de Trens Metropolitanos, que liga parte do ABC Paulista à capital, só vai ter um sistema de sinalização e controle que pode diminuir os intervalos entre as composições em 2022.

E o problema não é falta dos equipamentos do sistema chamado CBTC, sigla em inglês para Controle de Trens Baseado em Comunicação.

Uma investigação do Ministério Público do Estado de São Paulo, exibida neste sábado, 11 de maio de 2019 pela TV Globo, revela que ex-diretores da CPTM não sabiam o motivo e as previsões para a instalação dos equipamentos comprados em 2009 por 176 milhões de euros.

Segundo os depoimentos, o CBTC poderia fazer com que os intervalos caíssem de sete minutos para três minutos, o que dobraria a capacidade da linha.

Apesar de a compra ter sido realizada há dez anos, segundo o MP, os equipamentos não estão defasados porque foram feitos para durar entre 30 e 40 anos.

A previsão de instalação até 2022 é do secretário de transportes metropolitanos, Alexandre Baldy, que se justificou à TV dizendo que o processo de implementação já está em curso e que são necessários outros investimentos para preparar a linha.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

4 comentários em Sistema de sinalização que vai reduzir intervalos na linha 10-Turquesa será instalado até 2022, diz Baldy

  1. O metrô vem tentando implantar esse sistema a cerca de 10 anos e sequer conseguiu adequa lo as suas necessidades
    Boa sorte CPTM
    O mesmo vale para as portas de plataforma prometidas pelo governador

  2. JOÃO CARLOS JORGE // 12 de maio de 2019 às 00:20 // Responder

    A lentidão e o abandono desta linha é vergonhosa .Enquanto isto, na estação de Ribeirão Pires, para se evitar que o usuário façam o chamado viagem negativa ( indo até rio grande da Serra e retornando) restringem o acesso do usuário ao primeiro carro, indo contra todas as leis do consumidor e cíveis.
    Alguém tem que dar providencias

  3. Amigos, bom dia.

    Além da tamanha ineficiência e do costumeiro desperdício do dinheiro do contribuinte é sreendente a capacidade de dizer “tamanha besteira:”

    “Apesar de a compra ter sido realizada há dez anos, segundo o MP, os equipamentos não estão defasados porque foram feitos para durar entre 30 e 40 anos.”

    É óbvio que estão defasados.

    1) Por uma questão matemática, afinal 10 anos já se passaram.

    2) Em 10 anos a tecnologia já está ultrapassada; inclusive dos equipamentos auxiliares, os quias nem sabemos se já foram comprados e se não foram ainda depende de licitação.

    3) Será que os equipamentos auxiliares existente no mercado hoje ou sabe-se lá quando for realizada a licitação de compra os equipamentos auxiliares serão compatíveis com os equipamentos comprados a 10 anos atrás.

    4) Pelas reportagens já exibidas as condições de armazenagens são péssimas e as embalagens já estão degradas. sendo grande a possibilidade de quando abrirem as embalagens os equipamentos já estão inservíveis.

    5) É inconfundível defasagem com duração (Rssssssssssssssssssssssssss) o equipamento pode durar entre 30 e 40 anos e obviamente já estão defasados 10 anos; além de já terem perdidos 10 anos de duração.

    PREVISIVELLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLL

    Esta operação ineficiente não acabará bem; muito provavelmente haverá mais desperdício do dinheiro do contribuinte.

    E como sempre PIZZA.

    Somente pelo “causo” nem precisa investigar nada; obviamente esta tudo errado.

    Simples assim.

    Se o Barsil continuar desse jeito, nem precisa perder tempo com a reforma da previdência, afinal o Barsil vai falir de qualquer jeito; isto se já não está.

    Tive uma graaaande idéia.

    Que tal fazer um teste com a Bia do Bradesco analisando a reforma da previdência?

    Tenho certeza que ela dará uma solução “n” vezes melhor e “n” vezes mais rápido; com certeza tudo já estaria resolvido.

    Inclusive a Bia já teria decidido qual modal irá ser utilizado na ligação ABC-Sampa.

    MUDA BARSIL, ACORDA E LEVANTA DO BERÇO ESPLENDIDO; VOCÊ PRECISA ACORDAR PARA SABER QUE JÁ ESTAMOS NA ERA DA INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL.

    Att,

    Paulo Gil

  4. Precisa discutir a quem interessa uma linha desta importância continuar subutilizada. Oferecendo serviços de baixa qualidade com alto número de falhas, fora os intimidadores incêndios nos trens.
    As demais linhas CPTM, são bom parâmetro de comparação.

1 Trackback / Pingback

  1. CPTM promete contratar instalação de novo sistema (CBTC) que vai reduzir intervalos na linha 10-Turquesa ainda neste semestre

Deixe uma resposta