Motoristas de ônibus de São Paulo realizam assembleia em 16 de maio para definir greve

Categoria está em campanha salarial e já definiu calendário de ações

JESSICA MARQUES

Os motoristas de ônibus da cidade de São Paulo marcaram uma assembleia para 16 de maio de 2019, para definir se haverá ou não greve no transporte público da capital paulista.

A categoria está em campanha salarial e já definiu um calendário de ações. Para o dia 13 de maio, ficaram agendadas assembleias em todas as garagens da capital, nos dois períodos e no setor da manutenção. Porém, não foi informado se haverá interferência na operação do serviço de transporte público.

O Sindmotoristas (Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores em Transporte Rodoviário Urbano de São Paulo) realizou uma reunião plenária nesta semana. Na ocasião, foi definido um plano de lutas, que inclui uma assembleia para avaliar o movimento e deliberar sobre os rumos da campanha salarial, inclusive, a decretação da greve.

Na ocasião, houve uma reunião com representantes do sindicato patronal na sede do SPUrbanuss (Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros de São Paulo).

O Sindmotoristas, em nota, informou que “uma hora de intervalo sem remuneração, jornada flexível (dupla pegada) e outras barbaridades não serão implantados na categoria”. O pagamento da PLR (Participação nos Lucros e Resultados) também foi citado como um direito que a categoria não abre mão.

“A expectativa era sair da reunião com uma nova proposta salarial ou, ao menos, com a retomada das negociações. Porém, não houve avanços, com pouca disposição para cooperar, o patronal não descartou a possibilidade da negociação acabar nos tribunais”, informou o sindicato dos trabalhadores, em nota.

CALENDÁRIO

Representantes do Sindmotoristas e do SPUrbanuss vão se reunir novamente nesta quinta-feira, 09 de maio de 2019, para tentar novo acordo.

Nesta semana, a categoria também aprovou o seguinte calendário:

  • 13/05 (segunda-feira): assembleias em todas as garagens, nos dois períodos e no setor da manutenção;
  • 14 e 15/05 (terça e quarta-feira): dirigentes utilizarão carros de som nos terminais de ônibus para informar os usuários do transporte público sobre a luta dos trabalhadores em transportes pela valorização dos seus direitos e garantia do emprego;
  • 16/05 (quinta-feira): assembleia geral decisiva para avaliar o movimento e deliberar sobre os rumos da campanha salarial, inclusive, a decretação da greve.

NOTÍCIA FALSA

Uma imagem informando sobre uma possível greve geral dos motoristas da capital paulista está circulando nas redes sociais. O conteúdo diz que foi decidido em assembleia adesão a uma greve geral para 09 de maio, quinta-feira.

O Diário do Transporte entrou em contato com o Sindmotoristas, que desmentiu a informação. Desta forma, a notícia sobre a possível greve que está circulando é falsa.

REIVINDICAÇÕES

O Sindmotoristas entregou às empresas de ônibus da cidade de São Paulo, em 1º de abril de 2019, a pauta de reivindicações da campanha salarial 2019.

Relembre: https://diariodotransporte.com.br/2019/04/02/motoristas-de-onibus-de-sao-paulo-entregam-reivindicacoes-para-as-empresas-e-querem-aumento-real-de-3-nos-salarios/

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: