Motoristas de ônibus de São Paulo entregam reivindicações para as empresas e querem aumento real de 3% nos salários

Publicado em: 2 de abril de 2019

Motorista ganha mais enquanto estiver dirigindo trólebus. Foto: Adamo Bazani – Diário do Transporte / Clique para Ampliar

Categoria ainda quer 20% de reajuste para condutores de trólebus, ônibus articulados e biarticulados; R$ 27 de vale-refeição e R$ 2 mil de PLR

ADAMO BAZANI

O Sindmotoristas entregou às empresas de ônibus da cidade de São Paulo, nesta segunda-feira, 1º de abril de 2019, a pauta de reivindicações da campanha salarial 2019.

A categoria pede 3% de aumento real nos salários somado ao maior índice de inflação acumulada nos últimos 12 meses.

Para os condutores de trólebus, ônibus articulados e biarticulados, o sindicato propôs 20% de reajuste.

Os motoristas dos trólebus, articulados e biarticulados atualmente recebem 10% a mais que os condutores de outros modelos de ônibus.

A categoria pede ainda PLR – Participação nos Lucros e Resultados de R$ 2 mil pagos até 31 de agosto, proporcionais aos meses trabalhados no período de 1º de maio de 2018 a 30 de abril de 2019.

O Vale-Refeição pedido pela categoria é de R$ 27,00, com descontos proporcionais aos salários.

Uma das cláusulas no documento entregue pelo Sindmotoristas ao SPUrbanuss (sindicato das viações) é a possibilidade de as empresas transferirem a operação para terceiros, locando os ônibus.

Em nota pelo site do sindicato dos trabalhadores, o presidente licenciado e deputado federal, Valdevan “Noventa”, diz que a instituição entende o momento delicado da economia, mas que mesmo assim, pode haver ganhos reais para os funcionários.

“Reitero que o país vive um momento bastante delicado, mas entendo que o resultado das negociações dependerá do empenho, do entendimento, do uso da sabedoria pelos representantes dos condutores e do patronal. Desde já adianto que a nossa pauta é justa, não reivindicamos o impossível. Portanto, cabe aos empresários ter vontade para conceder melhorias nos benefícios dos trabalhadores”

O presidente em exercício do Sindmotoristas, Valmir Santana da Paz (Sorriso), disse estar confiante na campanha salarial.

“Em breve, iniciaremos as rodadas de negociação e, particularmente, estou confiante que a nossa categoria sairá satisfeita desta campanha salarial”

Em nota ao Diário do Transporte, o SPUrbanuss destacou o quadro de recessão econômica e informou que as viações vão calcular o impacto das reivindicações nos custos de operações de transportes na cidade de São Paulo.

‘O SPUrbanuss – Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros de São Paulo recebeu nesta segunda-feira, dia 01 de abril, a pauta de reivindicações de motoristas e cobradores para 2019, entregue pelo SindMotoristas – Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores em Transporte Rodoviário Urbano de São Paulo. O SPUrbanuss analisará o impacto das solicitações nos custos do serviço de transporte de passageiros, diante de um quadro de recessão econômica, aumento dos insumos, queda do número de passageiros pagantes e uma licitação em andamento. As empresas associadas ao SPUrbanuss pretendem conduzir essas negociações a um resultado positivo para as partes e espera que motoristas e cobradores, no período de campanha salarial, preservem o direito de ir e vir da população.”

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Comentários

  1. RAFAEL disse:

    Alguém sabe explicar essa locação de veículo

  2. Alfredo disse:

    Vai começar a choradeira dos empresários, todo ano é a mesma coisa, o sindicato deveria pedir 20% para todos, já que ganhamos menos que os colegas do ABCD e bem menos que os de Sorocaba

    1. Paulo Gil disse:

      Alfredo, bom dia.

      Concordo com você, 3% não serve pra nada.

      Afinal todos os produtos alimentícios hoje diminuiram as quantidade ou aumentaram o preço na cara dura mesmo.

      20% é correto.

      Att,

      Paulo Gil

  3. Júlio César disse:

    Pelo menos vcs tem sindicato que briga pela categoria já os intermunicipais são esquecidos principalmente da viação pirajPiraju

  4. Rodrigo Zika! disse:

    Lá vem a novela, ai não querem aumentar de cara, e vem a greve.

  5. Pedro disse:

    KKKK Eles estão delirando neste novo governo eles vão e ter reajuste negativo, já mantendo os seus empregos já se deem por satisfeitos, o Brasil mudou e não foi para melhor, O Bozo tai e ele vai te pegar.

  6. Valdir disse:

    Sidicato de Estado sao Paulo e muito mais fraco pois do parana consigiram 5%.7 pr0 os motorista ha ate receberan sao paulo NADA ainda

Deixe uma resposta