Vereadores de Atibaia vão analisar contrato da prefeitura com a Sancetur

Foto: Felipe Rangel

Comissão foi criada na terça-feira, 19, com a finalidade de apurar queixas da população na prestação do serviço

ALEXANDRE PELEGI

Os vereadores de Atibaia, cidade do interior paulista com 140 mil habitantes, querem verificar a situação do contrato de concessão do transporte coletivo local firmado entre a prefeitura e a empresa Sancetur – SOU Atibaia, de propriedade da família Chedid.

Para tanto, a Câmara Municipal criou na terça-feira, 19 de março de 2019, a Comissão Temporária de Assuntos Relevantes, composta por cinco vereadores e com prazo de 90 dias para apresentar o relatório final dos trabalhos, e que pode ser prorrogável por igual período.

Na justificativa para a criação da Comissão, segundo o portal Bragança Online, o vereador Júlio Cesar Mendes afirmou que viu como necessária a criação da comissão para analisar o cumprimento do contrato de concessão, “as falhas na prestação do serviço, as condições dos veículos que estão circulando, bem como apurarmos todas as denúncias encaminhadas pela população”.

A comissão tem o direito de convidar qualquer envolvido nos assuntos – nas esferas municipal, estadual e federal, assim como pode solicitar informações aos órgãos competentes para poder elaborar seu parecer final.

A comissão é composta, além de Júlio Cesar Mendes, pelos vereadores Reginaldo Ramos (PSB), José Carlos Machado (PSL), Ubiratan Fernandes (PV) e Daniel Martini (Rede).

SANCETUR ASSUMIU TRANSPORTE EM 2017

Desde 1º de abril de 2017 o serviço de transporte na cidade vem sendo oferecido pala Sancetur – Santa Cecília Turismo, que substituiu a Viação Atibaia – São Paulo.

Os novos ônibus passaram a circular com a logomarca “SOU ATIBAIA” – referência ao nome do novo sistema de transporte coletivo, “Sistema de Ônibus Urbano de Atibaia”.

Segundo a prefeitura, desde essa data o serviço passou a ser prestado por meio de um contrato emergencial, válido por 180 dias (até setembro de 2017).

Relembre: Sancetur assume em Atibaia no mês de abril, diz prefeitura

A empresa (com o nome SOU Atibaia) venceu a licitação realizada em 2017, e assumiu formalmente a concessão pelo prazo de dez anos, que podem ser prorrogados.

FISCALIZAÇÃO

No dia 23 de fevereiro deste ano a Prefeitura notificou administrativamente a empresa SOU Atibaia, exigindo que ela comprovasse que o contrato de concessão estava sendo cumprido na íntegra. A administração municipal exigiu comprovação de alguns itens, como a frota em circulação, a idade média dos ônibus e o cumprimento de horários e itinerários.

No final do mês, a prefeitura intensificou a fiscalização dos ônibus da empresa.

Em um ano, segundo a prefeitura, 75 notificações e seis multas já haviam sido aplicadas à SOU Atibaia, todas por descumprimento de horários e itinerários.

No dia 26 de fevereiro, uma blitz na empresa reprovou quatro veículos, dentre os 15 fiscalizados nos terminais dos bairros Imperial e Ressaca. Os ônibus tinham problemas nas portas, elevadores e pneus, e a prefeitura determinou que os veículos fossem substituídos.

REAJUSTE DA TARIFA

O último reajuste da tarifa do transporte coletivo de Atibaia aconteceu em 1º de fevereiro de 2018, quando o valor passou de R$ 3,70 para R$ 4,00.

A SOU Atibaia quer aumentar a passagem para R$ 4,90, valor negado pela prefeitura, que afirma que o serviço prestado pela empresa precisa melhorar.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Fabiana disse:

    Eu acho q a empresa precisa melhorar muito mais tem dias q os onibus ñ passam no horario tem muito onibus em mas condicoes principalmente esses q circulam em bairros afastado ñ adianta olhar so os onibus q circulam em bairros dentro da cidade e sim esses q falei acima pk esses sim estao um verdadeiro lixo ñ da pra senta pk os onibus vivem sujos tinha era q tirar essa e voltar a viacao atibaia q eram onibus melhores e limpos

  2. Amanda Tomaz disse:

    Moro no Bairro Chamará Fernão Dias ,acho um absurdo ter que pegar 2 passagem pra ir até a rodoviária … gasto 16 em ida e vinda…

  3. Rangel Gomes disse:

    Desacreditei quando vi um motorista dirigindo e falando ao celular em pleno centro da cidade. Além das loucuras e barbeiragens que alguns cometem nas ruas e rodovias.

  4. Edson disse:

    Moro em um bairro distante da cidade e a minha filha utiliza o ônibus todos os dias e toda semana é ônibus quebrado outro dia é atrasado isso é quando eles nem aparecem para fazer horário
    Péssima empresa

  5. MARIO GANDRA disse:

    OS ITINERÁRIOS DOS ÔNIBUS É DE 1966 QUANDO A VIAÇÃO ATIBAIA ASSUMIU O TRANSPORTE DA CIDADE.É UM ABSURDO, NÃO SE FAZER UM PLANEJAMENTOS PARA EXEMPLIFICAR; NA RUA BENDITO TOLEDO, NO CENTRO DA CIDADE, PASSA 60% DA FROTA..OUTRAS, COMO AV. SÃO PAULO E MAJOR ALVIM, NO ALVINÓPOLIS, NÃO RECEBEM SEQUER UMA LINHA

Deixe uma resposta