Marcopolo lança marca voltada para segmento metroferroviário

Publicado em: 20 de março de 2019

Aeromóvel desenvolvido pela marca Marcopolo Rail. Foto: Centro de Design e Inovação da Marcopolo

Objetivo é atuar em sistemas BRT, VLT e modais de vias elevadas

JESSICA MARQUES

A Marcopolo divulgou nesta quarta-feira, 20 de março de 2019, o lançamento de uma marca voltada para o segmento metroferroviário. O objetivo é atuar com os setores de BRT (Bus Rapid Transit), VLT (Veículo Leve Sobre Trilhos) e modais de vias elevadas.

A nova marca, Marcopolo Rail, foi lançada na NTExpo 2019, evento que reúne fabricantes de material ferroviário do Brasil.

O setor metroferroviário brasileiro transporta cerca de 10 milhões de pessoas por dia e tem registrado crescimento ao redor de 10% ao ano no número de passageiros. Por esse motivo, a Marcopolo ressaltou a importância de atuar neste setor.

De acordo com Petras Amaral, Head de Inovação da Marcopolo S.A., a criação da Marcopolo Rail teve como base o desenvolvimento, desde 2015, de soluções para People Movers (Parceria com a Aeromovel Brasil no segmento), tanto para o mercado nacional como internacional.

“Nosso foco nos últimos anos tem sido inovar em diferentes segmentos de transporte e mobilidade nos quais o know-how da fabricante possa agregar valor ao produto, a chamada diversificação relacionada”, explicou o executivo.

A marca ressaltou ainda que esta experiência foi fundamental para o desenvolvimento das soluções e tecnologias para as cabines, o que incluiu inovações em sistemas de aberturas, climatização, layout, assentos, materiais e design relacionado ao setor.

“O foco inicial da Marcopolo Rail inclui o fornecimento de soluções para modais ferroviários de até 25 mil passageiros/hora/sentido, que operem com velocidade máxima de 70 km/hora e possam atender tanto o segmento urbano, como intermunicipal, mostrando-se ótimas soluções aos atuais problemas de mobilidade em cidades acima de 300 mil habitantes”, completou.

A Marcopolo utilizou como base também um estudo da ANPTrilhos, para concluir que há déficits atuais e futuros de mobilidade urbana no Brasil sobre trilhos, o que aponta para uma oportunidade de negócio.

“Atualmente, os sistemas metroferroviários brasileiros estão restritos a apenas 12 regiões metropolitanas, respondendo por um percentual de viagens muito baixo, com exceção dos estados de São Paulo e do Rio de Janeiro, que assumem uma maior participação na matriz modal. A malha metroferroviária das cinco principais operadoras do País, se somadas, não atinge 750 km, sendo que 330 km estão instaladas no estado de São Paulo”, justificou.

A Marcopolo S.A. é uma empresa brasileira fabricante de carrocerias de ônibus, com sede em Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul. Atualmente, é a maior encarroçadora da América Latina.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Comentários

  1. Edinardo disse:

    Parabéns !!! Marcopolo mais uma vez se mostrando uma empresa atenta ao mercado.
    Sou grande fã da empresa.

  2. Lamildson disse:

    O transporte metroferroviario pode ser um dos mais baratos. Estamos torcendo para que empresas como a Marcopolo e Aeromovel ajudem a desenvolver e colocar nosso país nos “trilhos”.
    Por favor governantes, façam o que deveria ter sido feito há 50 anos atrás, invistam em ferrovias!

  3. Paulo disse:

    Com certeza absoluta o transporte sobre trilhos agora vai ser intensificado, afinal o grupo RUAS, que adquiriu a Marcopolo, derém 70% do transporte, sob pneus, no município de São Paulo. Kkkkk
    E os empresários de ônibus são “grande$ influenciadore$ dos governates.
    Kkkk
    Agora está explicado o atraso na Linha 17 do metrô. Somente o tempo revelará os fatos….

    1. blogpontodeonibus disse:

      Ruas comprou a Marcopolo?
      Certeza mesmo?

  4. Norberto pollak disse:

    Grupo Ruas adquiriu a Busscar e não a Marcopolo, por favor antes de escrever pesquise !

  5. parabéns…e muito sucesso.. assim poderemos mostrar que somos competentes sem precisar do estrangeiro..

Deixe uma resposta