Mesmo com crescimento de emplacamentos, mercado de ônibus usados começa bem o ano

Veículos são comprados especialmente por empresas menores. Foto: Viaje-Gontijo – Meramente Ilustrativa – Clique para Ampliar

Alta em relação ao primeiro bimestre de 2018 é de 23%

ADAMO BAZANI

Os sinais de crescimento econômico também estão se refletindo no mercado brasileiro de ônibus usados.

É o que mostra balanço referente ao primeiro bimestre de 2019 da Fenabrave – Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores, que reúne concessionários e revendedores.

No período, a alta nas vendas foi de 23,39% em relação ao primeiro bimestre de 2018.

Percentualmente, o resultado é inferior ao crescimento de 84,14% dos emplacamentos de ônibus zero quilômetro obtido no primeiro bimestre de 2019 em comparação ao mesmo período de 2018, ainda segundo a Fenabrave.

Mas em volume, o mercado de ônibus usados no primeiro bimestre foi duas vezes maior que as unidades de ônibus novos vendidos: 8.969 usados ante 4.191 novos.

A proporção, entretanto, já foi maior e no pico da mais recente crise econômica, entre 2016 e 2017, o mercado de usados chegou a ser em torno de quatro vezes maior.

O ranking das marcas dos usados é semelhante a dos novos, em especial no topo da lista, mas cm percentuais diferentes

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Rogerio Belda disse:

    Não entendi o “mesmo”. Novos ônibus alimenta a oferta de usados para setores em que são utilizados e repassam os antigos para atividades não sujeitas a regulação..

Deixe uma resposta