Motoristas de ônibus de Campina Grande (PB) fazem paralisação de duas horas e cogitam greve

Ônibus já estão circulando, mas sindicato não descarta novas paralisações e protestos. Foto: Paraíba Online

Categoria protesta contra atraso no pagamento de salários dos motoristas e falta de entrega do auxílio alimentação

JESSICA MARQUES

Os motoristas de ônibus de Campina Grande, na Paraíba, fizeram uma paralisação de duas horas no fim da manhã desta quinta-feira, 14 de março de 2019. Além disso, a categoria não descarta a realização de uma greve.

Os trabalhadores protestaram contra o atraso no pagamento dos salários dos motoristas e contra a  falta de entrega do auxílio alimentação.

Segundo o diretor institucional do Sitrans (Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Campina Grande), Anchieta Bernardino, se até 20 de março não houver o pagamento do salário e a entrega do benefício, a categoria vai cruzar os braços.

Em nota, Bernardino afirmou que a paralisação era previsível e que outras podem ocorrer caso não haja acordo entre as partes. O diretor também afirmou que “a falência do sistema é uma realidade”.

Além da paralisação de duas horas, que ocorreu das 9h às 11h, foi realizado também um protesto em frente ao Terminal de Integração, no centro da cidade, durante o período em que os ônibus não circularam.

O próprio diretor do Sitrans afirmou que as empresas enfrentam uma situação difícil por conta da redução do número de passageiros transportados. Desta forma, o pagamento dos salários está comprometido.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta