Moradores de comunidade em Brumadinho protestam contra retirada de horário de ônibus

Moradores atearam fogo em galhos para protestar contra mudança. Foto: Redes Sociais.

Desde o rompimento da barragem, em 25 de janeiro, problema afeta São José do Paraopeba

JESSICA MARQUES

Os moradores da comunidade de São José do Paraopeba, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, em Minas Gerais, realizaram um protesto nesta quinta-feira, 14 de março de 2019, contra a retirada de um horário de ônibus que vai até Brumadinho.

De acordo com a comunidade, desde o rompimento da barragem da Vale em Brumadinho, o que ocorreu em 25 de janeiro deste ano, os moradores estão com um horário de ônibus a menos.

Por conta do problema, os moradores montaram uma barricada com galhos e atearam fogo para fechar uma estrada que dá acesso a um bairro chamado Moeda. A manifestação ocorreu no período da manhã, mas o local já está liberado.

Conforme publicado pelo portal Estado de Minas, a linha de ônibus realizava viagens às 5h, 7h30, 11h e 15h, contudo, desde a tragédia, o horário das 11h foi cortado pela empresa.

Ainda conforme publicado no portal, após o rompimento da barragem, o itinerário completo que antes era feito em uma hora e meia agora é realizado em três horas. Desta forma, a demanda está maior e os veículos, superlotados.

Confira o vídeo feito por uma passageira, divulgado nas redes sociais, retratando a superlotação:

A Prefeitura de Brumadinho e a Saritur, responsável pelo transporte coletivo da região, ainda não se manifestaram sobre a mudança e os problemas enfrentados pelos passageiros.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

1 Trackback / Pingback

  1. Após protestos, empresa de ônibus promete regularizar horários em Brumadinho – Diário do Transporte

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: