Vandalismo danifica 11 ônibus no Carnaval em Florianópolis

Publicado em: 6 de março de 2019

Foto: Divulgação (Consórcio Fênix)

Em Campinas, interior de São Paulo, ação preventiva da Emdec, Guarda Municipal e PM evitou que ônibus fossem atacados durante os dias de folia

ALEXANDRE PELEGI

Ações de vandalismo durante o Carnaval têm sido fatores de forte preocupação para as autoridades do setor de transporte.

Como noticiou o Diário do Transporte, os dias de folia resultaram em mais de 30 ônibus depredados no Distrito Federal. O Metrô-DF também registrou quase 30 ocorrências durante o período. Relembre: Carnaval resulta em mais de 30 ônibus depredados no Distrito Federal

Em Florianópolis, capital de Santa Catarina, o rastro do vandalismo deixou pelo menos 11 ônibus depredados nos últimos dias, cinco veículos do transporte municipal e outros seis de linhas intermunicipais.

O secretário de Transportes e Mobilidade Urbana da Capital catarinense, Marcelo Roberto da Silva, afirmou à imprensa regional que a maioria dos casos ocorreram no Terminal de Integração do Centro (Ticen), e tiveram como alvo as janelas dos ônibus, quebradas para possibilitar que usuários entrassem sem o pagamento de tarifa.

A prefeitura ainda registrou abrigos danificados no Campeche, no Rio Vermelho e em Santo Antônio de Lisboa.

ÔNIBUS DE CAMPINAS TIVERAM CARNAVAL SEM QUEBRA-QUEBRA

Em Campinas, interior de São Paulo, o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros da Região Metropolitana de Campinas (SetCamp) afirmou na página do Facebook da Transurc (Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Campinas) que neste Carnaval, após décadas de problemas, “não ocorreu nenhum ato de vandalismo causado por algum folião mais exaltado”.

O SetCamp agradeceu à Emdec, Guarda Municipal de Campinas e Polícia Militar “pelo apoio dado às concessionárias durante todo o período de Carnaval”.

Segundo as empresas, o Carnaval “costumava a ser o pior período do ano para o transporte coletivo em Campinas”.

transurc.png

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Deixe uma resposta