Governo define novo prazo para início de testes do VLT entre Brasília e Valparaíso

Primeiros seis meses não terão cobranaça de tarifa. Foto: Divulgação.

Trem com capacidade para 600 pessoas deve começar a operar em fase experimental a partir da última semana de abril

JESSICA MARQUES

Um novo prazo para o início dos testes do VLT (veículo leve sobre trilhos) entre Brasília e Valparaíso, em Goiás, foi definido pelo governo. O trem com capacidade para 600 pessoas deve começar a operar em fase experimental a partir da última semana de abril de 2019.

Inicialmente, a operação gratuita que duraria seis meses estava prevista para começar em março, mas a previsão foi alterada.

Relembre: VLT entre Brasília e Valparaíso, em Goiás, terá viagens gratuitas por 6 meses a partir de março

A nova definição foi feita durante uma reunião entre o governador Ibaneis Rocha e o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, para tratar sobre o projeto do VLT.

O encontro, que ocorreu no fim de fevereiro, teve participação do secretário de Transporte e Mobilidade, Valter Casimiro, e do Secretário de Desenvolvimento da Região Metropolitana, Paulo Roriz.

O trem, com capacidade para 600 pessoas, ligará a Rodoferroviária, no Distrito Federal, até Valparaíso. O projeto, em fase experimental, não terá paradas no trajeto e o VLT atingirá, a princípio, velocidade de 39 km/h, segundo informações do governo.

O investimento para essa primeira etapa será de R$ 3,4 milhões, sendo R$ 1 milhão do governo federal e R$ 2,4 milhões do governo do Distrito Federal.

“Vamos partir para a parte operacional com os convênios que precisam ser realizados para, no prazo mais curto, colocar essa operação em andamento. De forma experimental ainda, e após seis meses tenhamos liberação para operar realmente fazendo o transporte e melhorias na linha”, explicou Ibaneis Rocha, por meio de nota.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

1 comentário em Governo define novo prazo para início de testes do VLT entre Brasília e Valparaíso

  1. Luiz Carlos Direnzi // 5 de março de 2019 às 11:18 // Responder

    A ANTT estava realizando consulta publica e estudos para a implantação de trens entre Brasília-DF e Luziânia-GO. Será que ficou só no estudo?

Deixe uma resposta