Justiça derruba liminar que suspende reajuste da passagem de ônibus em Curitiba

Publicado em: 1 de março de 2019

Com a nova decisão, o reajuste do preço da passagem de ônibus passa a valer a partir da meia-noite deste sábado. Foto: Adamo Bazani.

Aumento da tarifa de R$ 4,25 para R$ 4,50 estava previsto para quinta-feira, mas ocorre neste sábado

JESSICA MARQUES

A Justiça derrubou a liminar que suspende o reajuste da passagem de ônibus em Curitiba, no Paraná. O aumento da tarifa de R$ 4,25 para R$ 4,50 estava previsto para quinta-feira, 28 de fevereiro, mas foi suspenso.

Uma decisão do Tribunal de Justiça do Paraná desta sexta-feira, 1° de março de 2019, derrubou a liminar expedida na quarta-feira, 27 de fevereiro.

Com a nova decisão, o reajuste do preço da passagem de ônibus passa a valer a partir da meia-noite deste sábado, 2 de março de 2019.

Relembre: Liminar suspende aumento da tarifa de ônibus em Curitiba

Em decisão proferida nesta em 27 de fevereiro de 2019, o juiz substituto Thiago Flôres Carvalho, da 2ª Vara da Fazenda Pública de Curitiba, havia suspendido em caráter liminar o reajuste do preço da passagem de ônibus de Curitiba. Desta forma, o aumento da tarifa ficaria suspenso até 25 de março.

A nova sentença desta sexta-feira é do presidente do Tribunal de Justiça do Paraná, Adalberto Jorge Xisto Pereira, que acatou o pedido da Prefeitura alegando que o adiamento geraria uma despesa insustentável ao poder público municipal.

O último aumento havia sido em 2017, com um reajuste de 15% sobre o valor de R$ 3,70.

Em vídeo postado nas redes sociais, o prefeito Rafael Greca aparece ao lado do governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Júnior, para anunciar o reajuste da tarifa.

Greca justificou o valor dizendo que, pelo preço da tarifa técnica, a passagem seria R$ 5,20. Contudo, segundo ele, foi feito um acordo entre a Prefeitura e o Governo do Estado para a construção de uma tarifa social metropolitana e um plano de economia popular.

Relembre: Tarifa de ônibus de Curitiba e Região Metropolitana terá reajuste para R$ 4,50

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Deixe uma resposta