Transmissão automática da Voith equipará 700 ônibus Volvo que renovarão frota do Transmilenio

Foto: Divulgação Volvo

Novos ônibus serão equipados com DIWA.6, equipamento da Voith Turbo que que alinha eficiência com a proteção ao meio ambiente

ALEXANDRE PELEGI

A licitação das fases I e II do Transmilenio, sistema de BRT (Bus Rapid Transit) de Bogotá e região metropolitana, na Colômbia, será responsável pela colocação no sistema de cerca de 1400 ônibus novos entre o ano que vem e 2020. Os fornecedores de aproximadamente 1.200 mil ônibus já foram definidos.

Do total de modelos articulados e biarticulados que vão servir linhas troncais, 60% serão movidos a diesel, com padrões Euro V, e 40% serão ônibus a Gás Natural.

Como divulgou o Diário do Transporte, em primeira mão na imprensa brasileira em 3 de novembro de 2018, somente a Volvo vai fornecer em torno de 700 ônibus a diesel Euro V, mas com um filtro de materiais particulados que pode reduzir, segundo a fabricante, em 96% as emissões deste tipo de poluente. Os ônibus serão fabricados na unidade de Curitiba, que deve dobrar o movimento da linha de produção brasileira por causa desta compra.

Relembre: Volvo vai fornecer 700 ônibus brasileiros para Bogotá, o maior negócio de BRT da década

DIWA.6.jpgPrincipal parceira tecnológica dos fabricantes de ônibus urbanos, a Voith Turbo é quem vai fornecer as 700 novas transmissões automáticas DIWA.6 para os 700 ônibus da Volvo que seguirão para a capital da Colômbia.

As transmissões estarão nos veículos que vão atender dois dos principais operadores do sistema: o Bogotá Mobil, que pertence ao Grupo Fanalca e operará o portal Tunal Sur II e o Somos U que operará o portal Usme.

Deste total de 700 ônibus, 402 são biarticulados e 298, articulados.

Atualmente o sistema Transmilênio transporta cerca de 2,5 milhões de passageiros por dia em Bogotá e cidades vizinhas. Criado em 2001, o modelo é tido como uma referência em sistema BRT no mundo, pois reduziu o tempo de espera pelos ônibus e melhorou a qualidade nos deslocamentos da população.

O Grupo Voith, empresa de tecnologia com atuação global, destaca que “as transmissões automáticas da Voith Turbo proporcionam maior capacidade de transmissão de torque, carcaça reforçada para redução de ruídos e vibrações, circuito de óleo com controle variável de pressão, amortecedor de vibrações torcionais otimizado e novos sensores que permitem maior precisão nas trocas de marchas além de assistência para partida em rampa”.

São características que alinham a eficiência dos produtos Voith com a proteção ao meio ambiente, uma vez que o equipamento foi desenvolvido para contribuir com a redução nas emissões de CO².

Adelson Martins, Diretor da Divisão de Mobilidade para países de origem hispânica na América do Sul, ressalta que fazer parte deste projeto “é uma satisfação para nós da Voith, pois sabemos da importância desta renovação para garantir o conforto e a segurança dos passageiros da Transmilenio”.

As primeiras unidades, a Voith informa, serão entregues e começarão a entrar em operação ainda no primeiro semestre deste ano.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Marilia disse:

    1441 ônibus já tem fabricante definido sendo 51% da frota a gás natural e 49% diesel euro V. A informação precisa ser atualizada pois já esta disponível há algum tempo.

Deixe uma resposta