Estudantes da capital paulista podem solicitar revalidação do Bilhete Único Escolar pela internet

Cota de Estudante já está disponível para quem validou o benefício para este ano. Foto: Divulgação.

Procedimento pode ser feito se a instituição de ensino já encaminhou a matrícula para a SPTrans

JESSICA MARQUES

Os estudantes da capital paulista podem solicitar a revalidação do Bilhete Único Escolar pela internet. O procedimento pode ser feito apenas após a instituição de ensino encaminhar a matrícula para a SPTrans.

Em nota, a SPTrans orienta que o estudante pode consultar a situação por meio do site http://www.sptrans.com.br/estudante. A opção tem como objetivo evitar filas em postos de atendimento presenciais.

“Após a confirmação dos dados da matrícula, o boleto é gerado diretamente no site e o pagamento pode ser feito na rede bancária e lotéricas. Não é necessário imprimir o boleto, basta o número do código de barras para fazer o pagamento. O estudante pode optar por receber o código de barras por mensagem SMS em seu celular”, orientou a SPTrans.

Outra opção apresentada pela SPTrans é o pagamento da taxa de revalidação diretamente pelos aplicativos Ponto certo, Qiwi, Cittamobi e Banco do Brasil (para correntistas).

Além disso, é possível pagar a taxa por meio da página “Bipay” do Facebook, diretamente pelo Messenger, sem a necessidade de baixar um aplicativo, conforme informado pela SPTrans.

O valor da taxa de revalidação é equivalente a 7 tarifas básicas vigentes, ou seja R$ 30,10. Os alunos podem consultar se têm direito à gratuidade ou ao desconto de meia-tarifa pelo site http://www.sptrans.com.br/estudante.

Os estudantes da Rede Pública (fundamental, médio e técnico) têm gratuidade automática. Por sua vez, os beneficiários do ProUni, FIES, Escola da Família e Cota Social terão o benefício apenas após a escola enviar essa informação para o sistema.

A SPTrans informou ainda que a cota de Estudante já está disponível para quem validou o benefício para este ano, cumprindo os requisitos necessários.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta