Argentina permite pagamento de tarifa de ônibus e metrô com Bitcoin em 37 cidades

Buenos Aires está entre as cidades que aceita Bitcoin como pagamento.

Cartão chamado Sube é passado nos validadores para liberar a passagem

JESSICA MARQUES

Na Argentina, o pagamento das tarifas de ônibus e metrô pode ser feito com Bitcoin em 37 cidades, incluindo Buenos Aires. Para isso, um cartão chamado Sube é passado nos validadores para liberar a passagem.

A Bitcoin é uma criptomoeda que funciona como uma forma de dinheiro eletrônico. O valor da moeda é de aproximadamente R$ 13.411,57. Desta forma, R$ 1 equivale a 0,000075 Bitcoin.

O cartão permite o pagamento em dinheiro, cartões de débito e crédito e oferece a opção de recarga com Bitcoin. O jeito diferenciado de pagar é feito por meio Bitex em parceria com a Alto Viaje.

Na visão de Manuel Beaudroit, CMO da Bitex, o projeto serve para mostrar a importância que se tem o uso de criptomoedas como meio de troca na rotina das pessoas.

“Acreditamos que este tipo de projeto é de grande importância, pois traz a tecnologia tão disruptiva quanto o bitcoin para as pessoas comuns, demonstrando o verdadeiro valor e as aplicações que tem no dia a dia”, disse, ao portal argentino Cripto 247.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

 

 

2 comentários em Argentina permite pagamento de tarifa de ônibus e metrô com Bitcoin em 37 cidades

  1. Amigos, boa noite.

    Lindão esse buzão.

    Chique, tem rodoar, faixa branca e uma pintura que salta aos olhos; tem vida.

    Att,

    Paulo Gil

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: