Mauá altera itinerários de ônibus e retira integração do Terminal Itapeva

Publicado em: 8 de fevereiro de 2019

Segundo a Prefeitura, local ficará com apenas uma linha de pouca demanda, que será integrada por meio de cartão eletrônico

JESSICA MARQUES

A partir deste sábado, 09 de fevereiro de 2019, não será mais possível fazer integração no Terminal Itapeva, em Mauá, no ABC Paulista. Com a mudança, será possível utilizar duas linhas de ônibus pelo valor de uma passagem apenas por meio do cartão eletrônico. Quem pagar em dinheiro, terá que desembolsar o preço de mais uma tarifa.

Em nota ao Diário do Transporte, a Prefeitura de Mauá informou que haverá mudanças de itinerários na região e o terminal terá apenas uma linha. Portanto, o pagamento será feito direto no ônibus, sem precisar passar por catracas para entrar no local.

“As linhas mudarão de trajeto. Restará apenas uma única linha de pouca demanda que fará a integração através do cartão eletrônico”, explicou a administração municipal.

A partir de segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019, a linha 132- Camargo / Itapeva terá um novo trajeto, passando a ter o nome de 132 – Real via Av. Itapark / Centro, deixando de passar pelo Terminal Itapeva e indo direto para o centro da cidade.

“A alteração deste trajeto visa estabelecer uma linha que atenda os bairros do Jardim Adelina, Vila Real, Jd. Camargo,Jd. São Sebastião e Adjacências, direto para o Centro da Cidade, até o Terminal Central e sairá da plataforma H, atendendo a reivindicação antiga dos moradores. O trajeto via Av. Itapark, além de ser mais rápido amplia as possibilidades dos moradores dos bairros citados e da Região do Itapeva, que se deslocam para o SESI Itapark, COOP Itapark, EMEJA Clarice Lispector, Hospital Nardini, direto e sem necessidade de ir até o Centro da Cidade”, explicou a Prefeitura, em nota.

Confira o itinerário alterado, na íntegra:

itinerário mauá.jpg

Após a alteração, o Terminal Itapeva será atendido apenas pela linha 145 – Sampaio & Vital / Itapeva. O pagamento será feito direto no ônibus, mas a integração só será válida por meio de alguma modalidade do Cartão SIM, utilizado no município.

CONFUSÃO

Nesta semana, uma imagem circulou pelas redes sociais com um aviso da Prefeitura de Mauá informando que a partir deste sábado o pagamento da tarifa seria feito apenas nos ônibus e não haveria mais integração sem o cartão eletrônico.

Contudo, a imagem foi compartilhada como se o aviso fosse para o Terminal Central. Em nota ao Diário do Transporte, a Prefeitura de Mauá garantiu que a integração no centro da cidade vai continuar sendo feita normalmente e alteração se aplica apenas ao bairro Itapeva.

Segundo a Prefeitura, no Terminal Central todas as linhas se integram livremente, sem a necessidade de pagamento de uma segunda passagem. “Este tipo de integração denominamos de integração física e ocorre desde Maio de 1997, ou seja, há 22 anos”.

A segunda opção é realizar a integração tarifária por meio do Cartão Eletrônico SIM, para depois de acessar qualquer linha, o passageiro poder integrar em um segundo itinerário fora do Terminal Central de forma gratuita.

“Esta modalidade denominamos integração temporal, e ocorre desde Junho de 2004, ou seja, há 15 anos”, explicou a Prefeitura, em nota.

A integração física, feita sem a necessidade do Cartão SIM, é a mais utilizada na cidade. Neste caso, pagamentos em dinheiro também dão direito a uma segunda viagem de ônibus sem que o passageiro desembolse o valor de uma nova tarifa.

“O primeiro tipo é o mais utilizado, pois as linhas da região do Polo Industrial de Sertãozinho, do Polo petroquímico e nas linhas que atendem as empresas, o cidadão efetua com mais frequência a Integração no Terminal Central. Já a Integração Temporal é menos utilizada, pois o destino dos passageiros em sua grande maioria é o Terminal Central para após esse primeiro deslocamento acessarem a Linha Turquesa da CPTM”, informou a Prefeitura, em nota.

Neste ano, a passagem já está mais cara na cidade, assim como em todos os municípios do ABC Paulista e na capital. A tarifa da Suzantur, que opera as linhas municipais, subiu de R$ 4,00 para R$ 4,30. O decreto com o reajuste foi publicado em 25 de janeiro de 2019, pela prefeita em exercício, Alaíde Damo.

Relembre: Tarifa de ônibus em Mauá sobe para R$ 4,30 no dia 05 de fevereiro

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Vitória disse:

    Isso é uma palhaçada, não temos conforto nos ônibus, Os ônibus tudo quebra e vocês vem agora fazer isso. Faça um favor vai primeiro arrumar os ônibus, ai siim depois aumenta a passagem e tira a integração…..

  2. Everton Moura disse:

    Obrigado pela matéria desmentindo o boato que surgiu, bom meu trajeto ganhou uma nova opção, porém este negócio de pagar R$4,30 não é real.
    Aqui é o unico lugar que conheço que quem utiliza cartão VT paga mais caro que quem utiliza dinheiro. Qual é a finalidade? Quando lançaram o SIM era um valor único, aí o Sr Donizete Braga juntamente com os 23 vereadores alteram, quem usa o VT paga mais caro.
    Se possível façam uma matéria com esse assunto questionando a prefeitura.

  3. ANDRE FERNANDES disse:

    no abc e assim entra prefeito sai prefeito e morto um prefeito ( celso daniel ) entra outro prefeito vai preso um prefeito ( maua ) entra prefeita e nada muda no transporte publico os empresarios manda e desmanda o passageiro nao tem vez

  4. Araceli disse:

    Ninguém pensou nos estudantes da escola Mirna Lóide muito menos nos que vao de onibôn até a upa Sai João e mercados Senar e Nagumo . Esses terão que pagar por uma nova passagem se não tiver cartão ? Esse intinerarario ficou ridículo, vai ser um trajeto mais longo pra quem utiliza esse ônibus. Mauá um vetdade caos nas maos dessa nova gestão

  5. Talita de lima disse:

    Já Ta virando palhaçada isso 😡

  6. PAULO SERGIO DOS SANTOS disse:

    Já estava ruim agora piorou, como vai ficar o pessoal do Jardim Santista?

  7. Solange silva disse:

    Ridículo isto,mudança no transporte não pensarão quem vai para o posto santista quem vai para mercado semar, nagumo feira do Maringá ,poupa tempo coop se maua ,posto de saude São João. Não pensarão em ninguém aqui do bairro jd adelina vila real e Camargo nos estudantes .Ficou foi péssimo e quem ganhou foi os bairros do itapark ,j Silvia ,itapark novo ..Que bagunça. .

  8. Rosana disse:

    Verdade Talita, qual o itinerário vai ser usado pra quem utiliza tudo na Barão de Mauá?? Poderiam fazer circular, Itapark/Barão de maua ou ter outro itinerário que cobrisse a Barão de Mauá. Tem o Santista, mas ele entra na garagem de ônibus e não vem até o Itapeva. Confuso.

    1. Renata disse:

      A linha 122, Jardim Silvia, Jardim Bom Recanto, Vila Ana e Jardim Kennedy não ganhou nada com isso. Pelo contrário, estudantes do João Paulo vão sair de casa muito mais cedo.

  9. Mais uma forma de desrespeitar a população e os trabalhadores, além da ma qualidade dos ônibus, dos horários q não são respeitados, das tarifas altas, vão retirar tbm as integrações e qm não tem o cartão de transporte, pagará mais caro pela tarifa já abusiva!
    Que os trabalhadores sejam os gestores dos transportes públicos coletivos e não empresários q só visam lucrar com o suor dos trabalhadores e usuários!

  10. Ana disse:

    Bom a integração nao funcionou pois quem embarcava no segundo onibus 145 que demorou 40minutos foi cobrado, não houve melhoria, na verdade quando a prefeitura faz alguma mudança nunca é par melhor, aumentou ainda mais o tempo de espera, na verdade quer economizar, volte o 143 para o itinerário que sempre fez antes desse terminal Itapeva, ele gastava 10 minutos a mais e fazia o itinerário, é o tempo que ele fica parado no shenk

  11. Fabiana disse:

    Isso é um descaso com a população, muitos vão ter que pagar 2 passagens para chegar no seu destino. Fora que isso que estão fazendo também tem a ver com tirar os cobradores, muitos são pais de família e precisam do emprego! Nós não merecemos isso, precisamos de um posicionamento e uma resolução desse absurdo que está acontecendo. Inclusive tem confusão até para fazer passe escolar, colocaram opção de fazer recadastro/cadastro por aplicativo e mesmo assim temos que enfrentar filas enormes pra conseguir um cartão. A linha 122 Jardim silvia também vai ter alteração e as pessoas que precisam descer na barão de maua vão ter que ir até o centro e retornar.

  12. Luciana Oliveira disse:

    A empresa so esqueceu de perguntar aos moradores o que eles acharam da mudança, pq eu acredito que quem fez essa mudança se locomove de carro, aumentou demais a tempo gadto no transporte, e passar pelo Centro da cidade eh uma facilidade. Mudancas desnecessária

Deixe uma resposta