Curitiba recebe mais 40 ônibus zero quilômetro em renovação de frota das empresas da cidade

Publicado em: 7 de fevereiro de 2019

Ônibus reduzem a idade medida da frota. Foto: Divulgação Setransp – Texto Adamo Bazani (Diário do Transporte)/Clique para ampliar

Veículos são de linhas alimentadoras da capital paranaense operadas pelas empesas Redentor, Glória, Sorriso e Santo Antônio

ADAMO BAZANI

As empesas de ônibus Redentor, Glória, Sorriso e Santo Antônio, de Curitiba, apresentaram na tarde desta quinta-feira, 07 de fevereiro de 2019, mais 40 veículos zero quilômetro para o sistema municipal.

Os ônibus são para linhas alimentadoras (pintura laranja) e devem começar a circular nos próximos dias.

De acordo com o Setransp, sindicato que representa as empresas, desde o início da renovação, no final de 2017, após acordo com a gestão Rafael Greca, já foram colocados no sistema 157 ônibus zero quilômetro.

Os novos veículos atendem aos padrões atuais de acessibilidade e restrição de emissão de poluentes, com base nas normas internacionais Euro V.

Os ônibus entregues nesta quinta-feira são dos tipos midi e convencional, modelo Caio Apache Vip IV – Mercedes-Benz, com elevador para pessoas com mobilidade reduzida.

Ao longo do ano, mais ônibus novos serão entregues.

Participaram da cerimônia de entrega, que ocorreu na Rua da Cidadania do Cajuru, o prefeito Rafael Greca, o presidente da Urbs – Urbanização de Curitiba (gestora do sistema), Ogeny Pedro Maia Neto, e, representando as viações, o presidente do Setransp, Maurício Gulin.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes     

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Olimpio Alvares disse:

    Bogotá comprou Euro 5 adaptado com filtro. Por que o Grecca e outros não fazem isso?

  2. Olimpio Alvares disse:

    Por que o Grecca e outros não fazem isso? (Acho que essa resposta daria uma excelente tese na área da psiquiatria)

  3. ANDRE FERNANDES disse:

    tudo cabritinho sem ar condicionado essas renovaçoes nao beneficia o passageiro so o empresario

  4. Sirlei disse:

    E lá vem o mento do Valle transporte de novo

  5. André disse:

    Passagem cara, onibus sem conforto e Curitiba deixando de ser cidade modelo para o Brasil, do que adianta ter onibus novo, mas cabrito?
    Coisas de país subdesenvolvido.

  6. MARCOS NASCIMENTO disse:

    NÃO sou contra onibus com motor dianteiro, mas eles precisam ter pelo menos assentos estofados e climatizador ou ar condicionado e além disso precisam rodar menos lotados na hora do rush e CURITIBA ‘cidade modelo” não tem nada disso!!!
    URGE Curitiba ter alguém na diretoria daURBS que pense como usuário e que também seja usuário de onibus e que tenha um prefeito que coloque uma equipe dentro da secretaria que realmente tenha vontade de trabalhar e isso também nas outras secretarias que em suas areas fazem o mesmo de sempre, sem inovações inteligentes, sem criatividade para resolver problemas, enfim sem nada. SOU FAVORÁVEL A PRIVATIZAÇÃO DAS PREFEITURAS. As prefeituras passariam a ser administradas por uma junta de advogados, juizes, medicos, empresários,professores, enfim… cada qual em sua area e trabalhando. VAMOS PRIVATIZAR AS PREFEITURAS??? Porque nesta ui parar não tem sequer UM PAÍS onde não existem prefeitos e sim apenas governadores e presidente????

Deixe uma resposta