Metrô SP marca para quarta-feira, 23, abertura de propostas financeiras para projeto do novo Túnel entre estações Paulista e Consolação

Foto: Alexandre Pelegi

Neste sábado, 19, Companhia divulgou relação das empresas classificadas para executar o Projeto Executivo da conexão subterrânea entre as Linhas 2-Verde e 4-Amarela

ALEXANDRE PELEGI

O Metrô de São Paulo divulgou no Diário Oficial deste sábado, dia 19 de janeiro de 2019, a classificação das empresas que atenderam ao Chamamento Público para elaboração do Projeto Executivo do Túnel de Conexão entre as Estações Paulista e Consolação.

Veja a publicação com os resultados:

metro_tunel

Como expresso no comunicado, a Sessão de Abertura das Propostas Financeiras classificadas será realizada na próxima quarta-feira, dia 23 de janeiro de 2019, às 14h, na Gerência de Contratações e Compras, situada na Rua Boa Vista, 175 – 3º Andar – São Paulo, Capital.

NOVAS ESTAÇÕES E MAIS CONEXÕES:

Com a abertura das estações Santa Cruz e Klabin da Linha 5-Lilás houve um aumento no número de conexões, o que ampliou o fluxo de passageiros. Esse foi o motivo definitivo que levou a Companhia do Metrô de SP a desativar, em novembro de 2018, três dos quatro conjuntos de esteiras rolantes que funcionavam na ligação entre as estações Paulista e Consolação. Relembre: Metrô decide retirar esteiras rolantes da Estação Consolação

HISTÓRICO

O início do processo se deu com a publicação no Diário Oficial Empresarial de 31 de outubro de 2017, de um Pedido de Manifestação de Interesse (PMI), com o objetivo de convocar empresas interessadas em apresentar projetos para a construção de um novo túnel ligando as Estações Paulista, da Linha 4-Amarela, e Consolação, da Linha 2-Verde.

O assunto é antigo. Quem usa a ligação entre as estações Paulista e Consolação do metrô paulista sabe como é um sufoco andar por aquele túnel nas horas de maior movimento.

A quantidade de pessoas que passam pela ligação de 195 metros entre as linhas 4-amarela e 2-verde é tamanha que o caminho já foi apelidado por usuários de “marcha dos pinguins”. Até mesmo um ex-presidente do Metrô já se referiu à imagem das aves de pernas curtas amontoadas e apressadas para se referir ao movimento intenso numa estação superlotada.

Os engenheiros do Metrô já haviam concluído há alguns anos que seria preciso um novo túnel para contornar o aperto nesta ligação, que havia sido projetada para receber 263 mil pessoas por dia e que opera no limite desde a inauguração da estação Paulista, em 2010.

O processo para contratar o projeto executivo da obra foi aberto com financiamento garantido pelo Banco Mundial.

Pela ideia original do Metrô, o túnel existente ficará com mão única, servindo apenas para passageiros que seguem para a Estação Consolação, na Avenida Paulista. A nova passagem servirá para os usuários que seguirão para a Estação Paulista, na Rua da Consolação.

A nova passagem subterrânea será constituída por três túneis interligados, com 171,6 metros de extensão.

Os recursos para o projeto viriam do Banco Mundial.

Como está descrito na publicação do Diário Oficial, o Metrô esclarece a origem dos recursos, ao informar que “recebeu um Empréstimo do Banco Mundial para financiar a FASE 2 DA LINHA 4 – AMARELA, e pretende aplicar parte dos recursos para serviços de consultoria. Os serviços de consultoria (“Os Serviços”) incluem a elaboração dos projetos executivos de engenharia civil, acabamento, comunicação visual e prestação de serviços de acompanhamento técnico do túnel de conexão complementar entre a Estação Paulista da Linha 4 – Amarela e a Estação Consolação da Linha 2 – Verde da Companhia do Metropolitano de São Paulo – Metrô para conclusão da Fase 2 da Linha 4 – Amarela da Companhia do Metropolitano de São Paulo-Metrô”.

Veja abaixo a íntegra da publicação do Metrô, no Diário Oficial Empresarial de 31 de outubro de 2017:


PEDIDO DE MANIFESTAÇÃO DE INTERESSE

Nº 42457213 – L42-19

BRASIL. LINHA 4 – AMARELA – FASE 2. EMPRÉSTIMO N° 7869-BR. PROJETO EXECUTIVO DO TÚNEL DE CONEXÃO ENTRE AS ESTAÇÕES PAULISTA E CONSOLAÇÃO.

O GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO, representado pela SECRETARIA ESTADUAL DOS TRANSPORTES METROPOLITANOS e pela COMPANHIA DO METROPOLITANO DE SÃO PAULO – METRÔ, recebeu um Empréstimo do Banco Mundial para financiar a FASE 2 DA LINHA 4 – AMARELA, e pretende aplicar parte dos recursos para serviços de consultoria. Os serviços de consultoria (“Os Serviços”) incluem a elaboração dos projetos executivos de engenharia civil, acabamento, comunicação visual e prestação de serviços de acompanhamento técnico do túnel de conexão complementar entre a Estação Paulista da Linha 4 – Amarela e a Estação Consolação da Linha 2 – Verde da Companhia do Metropolitano de São Paulo – Metrô para conclusão da Fase 2 da Linha 4 – Amarela da Companhia do Metropolitano de São Paulo-Metrô. Mais informações podem ser obtidas nos Termos de Referência, disponíveis no website: www. metro.sp.gov.br.

O Governo do Estado de São Paulo convida agora empresas de consultoria elegíveis (“Consultores”) a expressar seu interesse na prestação dos Serviços. Os consultores interessados devem fornecer informações que demonstrem suas qualificações para elaborar projetos executivos e fornecer serviços de pesquisa, inspeção de obras civis, gerenciamento de riscos, análise de instrumentação e gerenciamento ambiental. As descrições deverão conter, no mínimo, as seguintes informações para cada serviço listado:

  1. a) descrição do serviço/experiência similar, incluindo quantitativos sempre que possível;
  2. b) local de prestação dos serviços;
  3. c) período de prestação dos serviços (datas de início e fim das atividades);
  4. d) contratante – razão social/nome fantasia da empresa/órgão que firmou o contrato;
  5. e) pessoa de contato na contratante apta a prestar informações sobre as atividades realizadas, incluindo dados de contato por e-mail e telefone atualizado. Os documentos enviados com a Manifestação de Interesse serão avaliados levando-se em consideração a experiência e o desempenho de serviços de alcance semelhante e complexidade similar, especialmente considerando o seguinte:
  6. Método construtivo de túnel;
  7. Comprimento de túnel em uma única obra;
  8. Dimensão da seção do túnel;
  9. Adensamento demográfico da área da construção;
  10. Experiência com projetos em BIM (Modelagem da Informação da Construção).

A atenção dos consultores interessados deve estar voltada para o parágrafo 1.9 das Diretrizes do Banco Mundial:

Seleção e Contratação de Consultores – Empréstimos do BIRD e Créditos da AID para Mutuários do Banco Mundial de Janeiro de 2011, que estabelece a política do Banco Mundial para conflito de interesses. Consultores podem associar-se com outras empresas na forma de um consórcio para aumentar suas qualificações. Um Consultor será selecionado em um PROCESSO DE LISTA CURTA que será conduzido de acordo com os procedimentos especificados nas diretrizes do Banco Mundial: Seleção e Contratação de Consultores – Empréstimos do BIRD e Créditos da AID e está aberto a todos os consultores elegíveis conforme definido nas Diretrizes. Os consultores interessados poderão declarar, junto da Manifestação de Interesse, que concordam o texto abaixo:

“Declaro que, na eventualidade de ser incluído na lista curta, concordo que todas as comunicações e documentos relativos ao presente processo de contratação, inclusive a Solicitação de Propostas, sejam emitidos em Português do Brasil.”

Os pedidos de esclarecimentos devem ser submetidos para o endereço abaixo, por e-mail: lfsouza@metrosp.com.br e rnaricawa@metrosp.com.br, ou por fax: + 55-11-3291-5351. Informações adicionais podem ser obtidas nos seguintes telefones: + 55-11-3291- 5371 ou + 55-11-3291- 5354. A Manifestação de Interesse deverá incluir, além da declaração de interesse em participar neste processo de Pedido de Manifestação de Interesse, nome, números de telefone e fax do responsável pela Manifestação de Interesse e ao menos três endereços de correio eletrônico (e-mail) de forma a facilitar a comunicação, caso seja necessário a confirmação das informações. Além dos documentos originais da Manifestação de Interesse, deverá ser remetida, juntamente, uma cópia digitalizada para o endereço abaixo, no mais tardar até 17 de novembro de 2017 às 16 horas, (horário local), em um envelope devidamente identificado e referenciando este processo de Pedido de Manifestação de Interesse (n° 42457213).

COMPANHIA DO METROPOLITANO DE SÃO PAULO. GERÊNCIA DE CONTRATAÇÕES E COMPRAS. RUA BOA VISTA, 175 3º ANDAR. 01014-001 SÃO PAULO – SP


Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta