Funcionários da Translitoral negociam transferência para nova concessionária do transporte público do Guarujá

City Intermodal tomou o lugar da Translitoral após vencer concorrência em 2018. Foto: Rodrigo Corrêa Graça

City Intermodal, que venceu a licitação em outubro de 2018, prometeu assumir os motoristas e demais empregados da atual operadora

ALEXANDRE PELEGI

A prefeitura de Guarujá, no litoral de São Paulo, comunicou através do Diário Oficial de Município há uma semana, 12 de janeiro de 2019, que a empresa City Transporte Urbano Intermodal Ltda assumirá integralmente as operações dos serviços de ônibus da cidade a partir de 1º de fevereiro de 2019. Relembre: Prefeitura de Guarujá antecipa início das operações da City, do Grupo VIP de São Paulo, para 1º de fevereiro

A prefeitura assinou no dia 26 de outubro de 2018 contrato de 15 anos com a empresa. Relembre: Prefeitura do Guarujá assina contrato com a City Transporte e prevê investimentos de R$ 127 milhões

A City Intermodal é da família Abreu, uma das maiores que atuam no sistema da capital paulista, controlando companhias como a VIP Transporte Urbano Ltda, que atua na zona Leste e Sul de São Paulo, por exemplo.

A empresa já está negociando, por meio do Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários (Sinrod) de Santos e Região, a absorção dos funcionários da Translitoral, atual concessionária dos serviços de transporte público do município.

De acordo com o jornal A Tribuna, não apenas motoristas, como outros empregados da Translitoral devem passar a trabalhar para a City Intermodal.

A nova empresa venceu a licitação em outubro de 2018, e garantiu que assumirá os motoristas e funcionários da atual concessionária que se mostrem interessados em continuar trabalhando. A única condição é que resolvam antes as rescisões contratuais com a atual empregadora. Relembre: Guarujá divulga empresa vencedora da concorrência do transporte municipal

O sindicato tem realizado assembleias para debater os termos trabalhistas da transição para a nova empresa.

Em declaração ao jornal A Tribuna, o secretário-geral do sindicato, Eronaldo José de Oliveira, o Ferrugem, disse que a City Intermodal vai garantir os direitos do atual acordo coletivo de trabalho até a data-base de maio.

A nova campanha salarial começará em fevereiro, segundo o líder sindical.

A estimativa é que a City invista ao menos R$ 127 milhões durante a concessão.

O Diário do Transporte divulgou em outubro, posicionamento oficial da prefeitura de Guarujá, que havia informado na ocasião que a City terá de comprar 120 ônibus, dentre os quais um de dois andares para rotas turísticas, e mais 25 articulados.

A companhia ainda será obrigada a instalar também estações de compartilhamento de bicicletas e reformar terminais.

A frota de 120 ônibus deve ter a seguinte composição mínima:

– 25 ônibus articulados modelo BRT;

– 40 ônibus modelo Padron;

– 55 micro-ônibus e do tipo convencional;

– 1 ônibus modelo Double Deck;

– 3 micro-ônibus para serviço executivo;

– 2 vans adaptadas para transportar pessoas com mobilidade reduzida.

“Além disso, serão implantadas 15 estações de bicicleta compartilhada, os terminais serão reformados e haverá mudança na pavimentação dos roteiros para uma melhor locomoção. Será um transporte revolucionário e moderno que irá de encontro aos anseios de toda a população.” – destacou a prefeitura.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Paulo disse:

    Licitação fraudulenta o secretário de transportes e o prefeito venderam a licitação para a City. Ridículo, mas o ministério público vai pegar vocês…

  2. Márcia Soares de Oliveira disse:

    Gostaria muito de fazer parte dessa empresa sou motorista meu contato marcia.409.sorocaba@gmail.com fone 15 9976Desde já agradeço

  3. Silvia disse:

    Que Deus abençõe à todos, principalmente os motoristas, porque haja paciência com minoria da população ignorante e sem educação que só reclama. Nada está bom.

  4. Marcelo disse:

    Não vi nrnenh comentário até agora sobre os cobradores que disseram que também teria.

  5. Flávio Moura disse:

    como uma prefeitura aceita a entrada de uma empresa com onibus velhos? tem mutreta ai

  6. FOI CARTAS MARCADAS GANHOU O PREFEITO E OS VEREADORES. EITA PROPINA BOA

Deixe uma resposta