França diz que não anunciou tarifa do Metrô e da CPTM junto com Covas porque não houve consenso sobre valores

Doria e França na passagem de governo ontem. Tarifa de transporte também gera embate. Foto: Divulgação

No início da tarde, Doria disse que faltou “coragem” ao ex-governador por não ter feito o anúncio e deixado esta responsabilidade para o sucessor

ADAMO BAZANI

O ex-governador de São Paulo, Márcio França, respondeu na tarde desta quarta-feira, 02 de janeiro de 2019, as críticas feitas pelo seu sucessor, João Doria, sobre o fato de não ter anunciado os novos valores das tarifas de Metrô e da CPTM ao mesmo tempo do anúncio dos valores das passagens dos ônibus municipais da capital paulista, como tem ocorrido nos últimos anos.

Doria chegou a classificar a atitude de França de “falta de coragem”.

“O entendimento houve, entre o governo de transição e o governo atual. Houve, inclusive, um anúncio prévio feito pelo ex-governador Márcio França e vocês são testemunhas disso. Numa agenda externa ele falou sobre a tarifa de R$ 4,25. Foi ele que disse, inclusive. Então, não foi falta de entendimento, não foi falta de iniciativa, de presteza da nossa parte nem sequer do Bruno Covas. Foi falta de coragem do governador que deixou o governo de praticar aquilo que outros governadores já fizeram, ainda que em fim de mandato” – afirmou Doria no início da tarde.

Em nota, o ex-governador Márcio França disse que não anunciou as novas tarifas de Metrô e da CPTM juntamente com o prefeito de São Paulo, Bruno Covas, porque não houve consenso em relação aos valores.

Ainda de acordo com França, enquanto a equipe de transição de Doria queria um valor em torno de R$ 4,25, para repor parte do congelamento de 2016 e 2017, sua equipe havia proposto apenas a correção pela inflação dos últimos 12 meses apurada pela Fipe – Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas da USP, o que daria R$ 4,18, sendo arredondada para R$ 4,15.

Doria afirmou que até amanhã devem ser anunciados os valores oficiais.

Na última sexta-feira, 28 de dezembro de 2018, o prefeito de São Paulo, Bruno Covas, informou por meio do departamento de imprensa e comunicação, os novos valores que serão praticados pelas empresas de ônibus a partir de 07 de janeiro.

Como revelou o Diário do Transporte, um estudo da prefeitura de São Paulo mostra que, sem subsídios, a tarifa de ônibus na cidade de São Paulo poderia chegar a R$ 7,01, contando também os custos de infraestrutura do sistema, ou, R$ 6,54 levando em conta apenas os gastos operacionais.

Neste ano de 2019, os subsídios devem ser semelhantes a 2018, de cerca de R$ 3 bilhões.

Na conta estão incluídas as gratuidades para idosos com 60 anos ou mais, estudantes que contam com passe-livre, pessoas portadoras de deficiência e as integrações por meio do Bilhete Único.

Veja os dados completos, incluindo salários, percentual de gratuidades, pagamentos em dinheiros e custo por categoria de ônibus neste link:

TARIFAS DE ÔNIBUS NA CIDADE DE SÃO PAULO:

Tarifa Comum de Ônibus Não Integrada com Metrô/CPTM: de R$ 4,00 para R$ 4,30

Tarifa Comum de Ônibus (Estudante com Desconto) Não Integrada com Metrô/CPTM: R$ 2,15

– 4 utilizações em 3h (Comum) ou 2h (VT e Escolar) – Durante a semana

Nos domingos e feriados: até 4 utilizações em 8 horas ( Bilhete Comum pré-carregado com última carga igual ou superior a 4 tarifas) – Bilhete de Estudante não é aceito aos domingos

Vale-Transporte: De R$ 4,00 para R$ 4,57 (a partir de 07 de fevereiro – Em trinta dias contados a partir de 07 de janeiro de 2019, a tarifa do Vale Transporte passará a ser de R$ 4,57, tendo o mesmo efeito considerado na tarifa integrada do Vale Transporte com o sistema de trilhos).

Tarifa Comum de Ônibus Integrada com Metrô/CPTM: de R$ 6,96 para R$ 7,21

4 utilizações em 3h (Comum) ou 2h (VT e Escolar), sendo 1 no sistema de Trilhos nas 2 primeiras horas – Durante a semana

Utilizações em 8 horas, sendo 1 no sistema de Trilhos realizada nas 2 primeiras horas (Bilhete Comum précarregado com última carga igual ou superior a 4 tarifas) ) – Bilhete de Estudante não é aceito aos domingos

Tarifa Comum de Ônibus (Estudante om Desconto) Integrada com Metrô/CPTM: de R$ 4,00 para R$ 4,15

Bilhete Único 24 Horas Não Integrado com Metrô/CPTM: De R$ 15,30 para R$ 16,40

Bilhete Único 24 Horas Integrado com Metrô/CPTM: De R$ 20,50 para R$ 21,20

Bilhete Único Mensal (31 dias) Não Integrado com Metrô/CPTM: De R$ 194,30 para R$ 208,90

Bilhete Único Mensal (31 dias) Integrado com Metrô/CPTM: De R$ 307,00 para R$ 318,00

TARIFAS DE ÔNIBUS NA GRANDE SÃO PAULO:

Santo André: De R$ 4,40 para R$ 4,75 e Vale-Transporte de R$ 5,50 para R$ 5,95 – 06 de janeiro de 2019

Santo Bernardo do Campo: De R$ 4,40 para R$ 4,75 – 01º de janeiro de 2019

Diadema: De R$ 4,40 para R$ 4,65 – 6 de janeiro de 2019.

Osasco: De R$ 4,35 para R$ 4,50 – 01º de janeiro de 2019

Itapevi:  De R$ 4,35 para R$ 4,50. – 01º de janeiro de 2019

Carapicuíba: De R$ 4,35 para R$ 4,50 – 05 de janeiro de 2019

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta