Caio contrata 842 funcionários em 2018 e Apache Vip alcança 61% da produção da encarroçadora

Segundo a Caio, modelo tem baixo custo de manutenção. Foto: Adamo Bazani

Fabricante espera crescimento em 2019 e diz que até novembro, reuniu 46% do mercado de urbanos

ADAMO BAZANI / JESSICA MARQUES

A encarroçadora de ônibus Caio, de Botucatu, no interior paulista, foi uma das que se aproveitaram dos sinais de recuperação econômica neste ano.

Em comunicado à imprensa especializada, como o Diário do Transporte, nesta quinta-feira, 27 de dezembro de 2018, a fabricante informou que neste ano, devido ao crescimento de produção e das vendas, contratou “842 colaboradores que, somados a outras empresas do Grupo, resultaram em 1.285 novos empregos gerados.”

A companhia ainda diz que manteve a liderança no segmento de ônibus urbanos, no qual, afirma deter 46% de participação.

O destaque é o modelo para chassis de motor dianteiro Apache Vip, que está em sua quarta geração. A carroceria, em diferentes versões, representa 61% das vendas da empresa, como diz o comunicado.

“O modelo mais comercializado pela Caio, o urbano Apache Vip, está em sua quarta geração e mesmo após quase 20 anos de sua primeira versão, continua se destacando pelo design, robustez e baixo custo de manutenção, obtendo excelente aceitação pelo mercado. Atualmente, o Apache Vip representa 61% de vendas em relação ao nosso portfólio de urbanos.”

Para segmentos de urbanos que exigem maior sofisticação, como motor traseiro e do tipo padron, a Caio têm à disposição a linha Millennium, também disponível na versão BRT (alimentador, articulado e superarticulado).

O Caio Millennium também é oferecido na versão elétrica, com baterias que possuem autonomia de 250 quilômetros por recarga e suspensão pneumática integral. Segundo a fabricante, o sistema de rebaixamento bilateral, chamado ECAS, possibilita o ajoelhamento da suspensão, “resultando em mais conforto e segurança no acesso dos passageiros ao ônibus”.

A marca também aponta como outro sucesso de vendas o micro F2400, que foi lançado no início do segundo semestre de 2017. O modelo é oferecido nas versões urbano, rural e executivo.

“O veículo foi projetado com o objetivo de facilitar a manutenção e reposição de itens. Em todas as versões, o design arrojado e moderno, com formas arredondadas e aerodinâmicas da dianteira e traseira, confere ao F2400 a imponência e força características dos produtos da marca Caio.”

O F2400 também é utilizado com a finalidade escolar. No início de dezembro deste ano, foram entregues 102 unidades do ORE2, para atender a municípios do estado de São Paulo.

Relembre: Cidades do interior paulista recebem 102 micros Mercedes-Benz com carroceria Caio

O modelo, que tem capacidade para transportar 44 estudantes sentados mais o motorista, é equipado com eixo blocante, ângulos de entrada e saída maiores, pneus mistos facilitando o acesso a zonas rurais, além de possuir DPM (Dispositivo de Poltrona Móvel), que permite o transporte de até duas pessoas com deficiência, de acordo com a Caio.

No balanço apresentado nesta quinta-feira, a Caio informou que uma das grandes vendas ao mercado externo em 2018, foi realizada no início do mês de agosto, quando foram entregues mais de 500 ônibus urbanos para a Nigéria, com chassis Mercedes-Benz.

Relembre: TRANSPÚBLICO 2018: Mercedes-Benz anuncia aplicativo de mobilidade, pacote de segurança e grandes vendas nacionais e exportações

Além de atender ao mercado nacional, a Caio está presente em mais de 50 países, com destaque para os da América Latina, Ásia, África, além dos Estados Unidos.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta