Queda de árvore afeta circulação de trens na extensão da Linha 7-Rubi da CPTM

Segundo informações da CPTM, a árvore caiu nas proximidades da estação Botujuru. Foto: Reprodução.

Composições estão operando com velocidade reduzida e maior tempo de parada entre as estações Francisco Morato e Jundiaí

JESSICA MARQUES

A queda de uma árvore na rede aérea da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) afetou a circulação de trens na extensão da Linha 7-Rubi na capital paulista na tarde desta quarta-feira, 17 de outubro de 2018.

Com isso, as composições estão operando com velocidade reduzida e maior tempo de parada entre as estações Francisco Morato e Jundiaí.

Segundo informações da CPTM, a árvore caiu nas proximidades da estação Botujuru. Equipes de manutenção foram enviadas ao local para solucionar o problema, que afeta os usuários do sistema.

Os trens começaram a operar com velocidade reduzida no fim da tarde desta quarta. A queda da árvore ocorreu após o início de fortes chuvas que atingiram a capital paulista.

A normalização ocorreu por volta de 18h30.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

2 Trackbacks / Pingbacks

  1. Extensão da Linha 7-Rubi da CPTM volta a funcionar normalmente – Diário do Transporte
  2. Após seis horas com problemas, Linha 7-Rubi da CPTM volta a operar normalmente – Diário do Transporte

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: