ANTT : Satisfação com linhas semiurbanas no País melhora, mas aprovação ainda é baixa. Veja a classificação de cada empresa

Empresa melhor colocada na pesquisa sobre as linhas semiurbanas interestaduais, Expresso São Bento, liga cidades do Paraná e Santa Catarina. Foto: Wellington Santos - Reportagem: Adamo Bazani – Clique para ampliar

Índice é de apenas 37,5%. Entre os rodoviários, aprovação chegou a 75,2%

ADAMO BAZANI

Apesar de melhorias na percepção dos passageiros, as linhas semiurbanas interestaduais ainda são, em geral, mal avaliadas. Entretanto, há serviços cuja aprovação é considerada alta.

É o que revela levantamento realizado pela empresa MK Pesquisa, contratada pela ANTT – Agência Nacional de Transportes Terrestres para medir a qualidade dos serviços.

O Índice de Satisfação dos Passageiros de 2018 das linhas semiurbanas interestaduais em todo o país foi de apenas 37,5%. A aprovação é superior ao índice apurado na edição anterior da pesquisa, de 2014, que foi de 28%, mas bem inferior à percepção dos passageiros em relação ao transporte interestadual com ônibus rodoviários.

Como mostrou com exclusividade o Diário do Transporte ontem, o índice de satisfação com as linhas rodoviárias chegou a 75,2%. A reportagem também revelou o ranking das 138 empresas rodoviárias avaliadas. Relembre neste link:

https://diariodotransporte.com.br/2018/09/05/cresce-satisfacao-de-passageiros-com-onibus-interestaduais-veja-os-indices-de-cada-empresa/

Linhas semiurbanas interestaduais têm extensão máxima de 75 km e são servidas por ônibus de modelo urbano, com cobrança a bordo, catracas, portas de entrada e de saída, com a possibilidade de transportar pessoas em pé.

A pesquisa, por meio de questionário, tomou a opinião de 12.573 usuários entre os dias 01º de fevereiro e 16 de abril e nos dias 25 e 26 de maio de 2018.

PRIORIDADES:

Se para os passageiros de ônibus rodoviários, os atributos mais importantes são conforto, segurança e higiene, para quem utiliza as linhas semiurbanas, as prioridades são, na ordem, segurança (18,9%), preço (16,5%) e pontualidade (15,4%).

Em relação à pesquisa anterior, de 2014, o preço da passagem foi o item que ganhou mais importância.

Há quatro anos, a passagem era o principal atributo para 5,5% das respostas e, em 2018, 16,5% dos passageiros consideram o fator mais importante na avaliação das linhas.

EMPRESAS DE ÔNIBUS:

A exemplo dos ônibus rodoviários, a ANTT também classificou pelo índice de satisfação, as empresas que prestam serviços semirubanos.

Como há diferentes condições operacionais em cada região, a pesquisa considerou as características comuns a cada empresa e trajeto.

Foram avaliadas as 17 companhias que ligam diferentes estados com ônibus urbanos.

Pelo Índice de Satisfação com a Empresa – ISE, a melhor colocação é da Expresso São Bento Ltda., do Grupo Leblon Transporte, que tem linha entre Agudos do Sul, no Paraná,  e São Bento do Sul, em Santa Catarina, com 73,4% de aprovação.

Já a empresa que recebeu a pior avaliação segundo a pesquisa da ANTT, foi a Expresso Planaltina, que liga o DF – Distrito Federal ao Entorno, em Goiás. A companhia teve índice de satisfação de apenas 27,3%

PERFIL:

De acordo com o levantamento, 61% dos passageiros do transporte semiurbano interestadual usam as linhas todos os dias.

As mulheres correspondem a 58,2% de todos os passageiros e os homens somam 41,8%.

A maioria, 66,8% dos passageiros ouvidos, usa o transporte para o trabalho. A segunda maior motivação é estudo (9,9%), seguida de visita a amigos e parentes (8,1%) e tratamentos de saúde (5,3%).

Veja também os resultados das linhas semiurbanas interestaduais:

ANTT : Satisfação com linhas semiurbanas no País melhora, mas aprovação ainda é baixa. Veja a classificação de cada empresa

 

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. MARCOS NASCIMENTO disse:

    Interessante que as linhas urbanas de até 75 km que ligam 2 Estados diferentes são linhas interestaduais onde admite-se o uso de onibus do tipo urbano com 2 ou 3 portas. NA REGIÃO do entorno do DF com GO existem outras empresas que teoricamente deveriam estar registradas na ANTT mas não estão por serem empresas piratas. É o caso da empresa MAIS X e de tantas outras incluindo cooperativas que fazem linhas ligando localidades existentes no entorno do DF com GO.

Deixe uma resposta