Paixão por ônibus passa de pai para filho

Pedro e Tuco trabalham em linhas da SPTrans.

Histórias de motoristas começaram com inspiração na infância

JESSICA MARQUES

A admiração por ônibus é contagiante. Tanto entre os entusiastas do meio de transporte quanto para quem trabalha com o veículo.

A paixão por ônibus já passou de pai para filho em muitas famílias, o que resultou em gerações de motoristas de ônibus que já cresceram em contato com a função.

Como em muitos casos, Tuco, motorista de ônibus da SPTrans, começou como cobrador e não resistiu, precisou seguir os passos do pais, que também dirige nos ônibus municipais da capital paulista.

Tuco contou que agora trabalha com o pai, mas que acompanha o trabalho dele desde pequeno. Hoje, Tuco reúne quase 10 anos atrás do volante e 30 anos de idade.

“Eu quando era cobrador, já ficava observando a maneira dele dirigir e já com a vontade de ser motorista. Quando eu tirei a minha habilitação, que fiz os 21 anos de idade e passei a ser motorista com a categoria D, eu consegui trabalhar na mesma empresa que ele. Isso tudo a gente fica cada vez mais unido no dia a dia”, disse.

Para Pedro, pai de Tuco, é uma grande alegria ter passado o legado da profissão para a próxima geração. “O maior orgulho da minha vida, de ter formado meu filho, um grande motorista. Minha filha é uma motorista também”, contou.

Veja o vídeo preparado pela SPTrans sobre a história da família de Tuco atrás do volante:

 

A paixão por ônibus também tocou o coração de Jeane que, mesmo após ter se formado em psicologia, observou o trabalho do pai como motorista e decidiu seguir a carreira.

“Eu via ele trabalhando, aquela dedicação dele e falei: é isso o que eu quero fazer, quero ser motorista como o meu pai”, contou Jeane.

Jeane está há dez anos, também como motorista da SPTrans. A funcionária conta que toda vez que vê o pai fazendo um itinerário em outro veículo, não deixa de cumprimentar, dando tchauzinho ou mandando beijo.

Veja a história de Jeane, em um vídeo produzido pela SPTrans em homenagem ao Dia dos Pais.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: