SPAL promete novidades para a feira Lat.Bus Transpúblico 2018

Inovações tecnológicas podem trazer diversos benefícios, como redução de consumo e ruídos, além de facilidade na manutenção, diz SPAL

Empresa italiana produz e comercializa ventiladores axiais de alto desempenho, e há dois anos lançou sistema inovador de resfriamento de motores de ônibus

ALEXANDRE PELEGI

Uma parceira vitoriosa entre a empresa italiana SPAL Automotive e a americana Modine, líder mundial em gerenciamento térmico, trouxe para o Brasil um novo sistema de arrefecimento do motor para ônibus que funciona com ventiladores elétricos em lugar da maneira tradicional, que gira à base de caros ventiladores hidráulicos.

A SPAL já apresentou o produto na última edição da Transpúblico, que aconteceu em agosto de 2017, e se prepara agora para lançar na feira Lat.Bus Transpúblico 2018 o novo Eletroventilador Eletrônico Inteligente Sem Escovas.

Este será apenas um dos diferenciais que a empresa quer demonstrar em seu stand na Feira, como relata Paulo Leme, diretor geral da SPAL Automotive do Brasil.

mat_lat_bus_SPAL_BUILDING

Sede da SPAL na Itália

Quando lhe perguntamos da origem da empresa, Paulo nos conta que a SPAL foi fundada na Itália em 1959. “Inicialmente nos especializamos em projeto e produção de moldes de plástico, e agora, passados mais de 30 anos, projetamos, produzimos e comercializamos ventiladores axiais de alto desempenho, além de sopradores centrífugos para carros, ônibus, veículos off-road, máquinas de construção, tratores agrícolas, caminhões, powersports e equipamentos industriais”, conta o executivo.

Para termos uma ideia da importância da empresa italiana no mercado global, Paulo nos dá alguns números: “atualmente a unidade de produção da SPAL em Correggio, comuna da província italiana de Reggio Emilia, ocupa uma área total de produção de 80.000 m², com mais de 1.000 funcionários, onde abriga os departamentos de engenharia, pesquisa e desenvolvimento e fabricação. Temos seis linhas de produção automatizadas, que têm capacidade para produzir mais de 5 milhões de eletroventiladores por ano”.

Não à toa, ele diz, a SPAL Automotive é líder mundial no projeto e fabricação de eletroventiladores axiais e centrífugos (Blowers) 12V e 24V utilizados pela maioria dos fabricantes de veículos e equipamentos. “Posso citar alguns exemplos de aplicação de nossos eletroventiladores: sistema de ar-condicionado para ônibus, micro-ônibus e vans; sistema de refrigeração para caminhões baú; sistema de arrefecimento do motor; refrigeração do óleo hidráulico; refrigeração do sistema de freio; defroster; cortinas de ar; dentre outros”, ele relata.

Da Feira de 2017 para a Lat.Bus & Transpúblico 2018, que começa na próxima terça-feira, dia 31 de julho e se estende até o dia 2 de agosto, perguntamos a Paulo Leme como evoluiu nesse meio tempo o  novo sistema de arrefecimento do motor para ônibus, conhecido pelo nome técnico de EECElectric Engine Cooling (Sistema de Resfriamento Elétrico do Motor).

Paulo nos conta que o sistema já estava em teste antes da Transpúblico de 2017, e atualmente já roda em 6 ônibus de diferentes operadoras do sistema de transporte coletivo urbano de São Paulo. “Em projeto com a Modine, nós já tínhamos equipado com o EEC um ônibus na Santa Brígida, em outubro de 2016, o primeiro. Após essa experiência, avançamos para as empresas Sambaíba e Cidade Dutra, em dezembro de 2017. Na sequência vieram a Vip, em janeiro de 2018, Express Transportes Urbanos, em fevereiro, e depois em março na Via Sul, empresa que atua no Subsistema Estrutural da Cidade de São Paulo na área cinco”.

mat_lat_bus_breda

A Breda teve o primeiro ônibus rodoviário a circular com o sistema EEC (julho/2018)

Há poucos dias o EEC passou a rodar num ônibus da empresa Breda que faz a rota São Paulo – Peruíbe. “A Breda passou a ser a primeira empresa do país a ter um ônibus que vai pegar estrada trazendo a bordo um retrofit do nosso sistema de resfriamento elétrico do motor”, conta Paulo. O teste de subir e descer a serra de Santos diariamente está sendo fundamental para demonstrar a eficiência do sistema.

Para fechar o ciclo, nas próximas semanas vamos instalar o sistema Electric Engine Cooling em ônibus articulados de três diferentes empresas: Cidade Dutra, Sambaíba e VIP”, completa Paulo.

Paulo enumera as vantagens do novo sistema: “O EEC, diferentemente dos tradicionais sistemas de resfriamento, dispensa o uso da hélice do radiador, que normalmente é acionada diretamente pelo próprio motor do ônibus. A tecnologia representa uma carga de trabalho a menos. Menos trabalho para o motor, mais energia que pode ser utilizada para movimentar o veículo, menos consumo de combustível, redução com gastos de manutenção, redução no nível de ruído gerado pela hélice do ventilador, redução de emissões…”. 

Veja o vídeo sobre o EEC apresentado na Transpúblico em 2017:

LAT.BUS TRARÁ OUTRAS SOLUÇÕES

Paulo afirma que a presença da SPAL na LAT.BUS servirá para demonstrar outras soluções avançadas que utilizam os eletroventiladores produzidos pela empresa italiana. “Dentre elas está o sistema para resfriamento de freio e a nova concepção da cortina de ar”.

“Nosso objetivo é construir produtos de alta qualidade para o mercado. Conseguimos isso continuando com foco em pesquisa e desenvolvimento e supervisionando todas as áreas do processo de fabricação. No Brasil estamos presentes com 2 unidades de distribuição, 1 na cidade de São Paulo, e outra em Esteio, no Rio Grande do Sul”.

A SPAL possui certificação TS16949 e ISO 9001. Além disso, o “SPAL Environmental Management System” é certificado pela UNI EN ISO14001: 2004, atendendo à Diretiva Europeia 2000/53 / EC sobre veículos em fim de vida (ELV).

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta