Rodoviários de Manaus não conseguem acordo salarial e ameaçam greve

TRT-11 determinou que rodoviários mantenham pelo 70% da frota do transporte coletivo operando, caso ocorra greve. Foto: Divulgação / Marcio James.

Reunião no Ministério do Trabalho terminou sem acordo

JESSICA MARQUES

O Sindicato dos Rodoviários de Manaus informou na tarde desta sexta-feira, 20 de julho de 2018, que não houve acordo entre a categoria e os empresários durante reunião realizada nesta manhã.

A conversa formal foi feita no Ministério Público do Trabalho às 9h, para tentar um acordo salarial. A categoria cobra pagamentos atrasados, que até 17 de julho não haviam sido feitos.

O Sindicato dos Rodoviários aguarda parecer dos empresários em reunião no Sinetram (Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas), ainda nesta sexta-feira.

Se mesmo após a segunda reunião, não houver acordo, os trabalhadores ameaçam interromper as atividades.

O TRT-11 (Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região) de Manaus determinou que o Sindicato dos Rodoviários mantenha pelo 70% da frota do transporte coletivo operando nesta sexta-feira, caso ocorra uma greve.

Relembre: TRT determina que rodoviários de Manaus mantenham 70% da frota caso haja greve nesta sexta

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta