Governo chinês reformula apoio às fabricantes de veículos elétricos do país

Foto: Divulgação

A reformulação dos subsídios para baterias dos veículos elétricos sinaliza mudanças no setor, afirmam especialistas

ALEXANDRE PELEGI

O governo da China está reformulando sua política de subsídios para os fabricantes de baterias para veículos elétricos.

A agência Bloomberg atribui a informação à Sanford C. Bernstein, empresa de pesquisa de investimentos e gestão de ativos institucionais.

O apoio generoso do governo chinês aos fabricantes locais permitiu a construção de uma grande capacidade nova de baterias nos últimos anos.

A matéria da Bloomberg diz que a política de incentivos permitiu a criação de empresas pesos-pesados do setor elétrico, como a Contemporary Amperex Technology e a BYD. Apesar de tudo, apenas as duas continuam operando em escala suficiente, dentre mais de 25 produtoras avaliadas pela Bernstein.

Mark Newman, analista global líder de baterias, armazenamento de energia e veículos elétricos da empresa Sanford C. Bernstein, afirma ser este “um mercado altamente subsidiado em que o governo colocou dinheiro em tudo e em todos os que quiseram uma chance”. Newman, que concedeu entrevista à Bloomberg no dia 9 de julho passado, afirmou ainda que o governo chinês, agora, está tentando reduzir essa dependência. Ele completa: “começamos a ver quais são as fabricantes de baterias que valem a pena e que realmente são capazes de sobreviver.”

A terceira maior fabricante de baterias chinesas passou por problemas recentemente, segundo a Bloomberg, o que indica mudanças na política para o setor, como o plano do governo chinês de reduzir a ajuda às fabricantes de veículos elétricos.

Com os subsídios mais recentes, em vigor desde o mês passado, a China passa a intensificar o desenvolvimento de veículos elétricos com mais autonomia. Isso implica no desenvolvimento de baterias maiores, com maior densidade de energia, muito mais complexas de serem desenvolvidas e produzidas em grande escala.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. edgardo disse:

    Aos poucos vai saindo a luz a grande mentira dos veículos elétricos, inviáveis econômica e ecologicamente!!

Deixe uma resposta