Metroviários de BH suspendem greve

Foto: Sindmetro-MG

Metrô da capital mineira volta a funcionar normalmente, em todos os horários, a partir deste sábado, dia 2 de junho

ALEXANDRE PELEGI

Em Assembleia Extraordinária nesta sexta-feira, dia 1º de junho, na estação Central, convocada pelo Sindmetro-MG, os metroviários de Belo Horizonte decidiram suspender a greve. Conforme a decisão, o metrô da capital mineira volta a funcionar normalmente, em todos os horários, a partir deste sábado, dia 2 de junho.

Na Assembleia Geral realizada na quarta-feira, dia 30 de maio, os metroviários haviam rejeitado a proposta apresentada pela CBTU, reafirmando a continuidade da paralisação, e agendaram nova assembleia para este sábado, dia 2 de junho.

Apesar de terem suspendido a greve, os metroviários rejeitaram a proposta de conciliação apresentada pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST).

Um novo julgamento sobre o dissídio coletivo do ano passado está marcado para o dia 11 de junho.

O Sindimetro anuncia ainda que convocou nova assembleia para a próxima terça-feira, dia 5 de junho, às 17h30, na estação central.

HISTÓRICO

No final da quarta-feira, dia 30 de maio, o Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de Minas deferiu liminar impetrada pela Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) determinando escala mínima de 80% dos trens em circulação entre 5h30 e 10h e das 16h às 20h.

Diante desse novo fato os metroviários decidiram convocar a Assembleia Extraordinária dessa sexta-feira, para avaliar os novos desdobramentos.

Segundo nota do Sindmetro-MG, “os advogados dos sindicatos da base da CBTU informarão ao TST que não há acordo com a proposta apresentada pela empresa e solicitarão que o julgamento do Dissídio volte para a pauta do Tribunal”.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta