Ônibus de Santo André operam com frota reduzida a partir de sexta-feira

Empresas de ônibus da cidade não estão recebendo combustível, por conta da greve dos caminhoneiros. Foto: Adamo Bazani

Empresas Guaianazes, Curuçá, ETURSA, Parque das Nações e Vaz terão apenas 65% dos veículos circulando nos próximos três dias

JESSICA SILVA PARA O DIÁRIO DO TRANSPORTE

Os ônibus de Santo André vão operar com frota reduzida a partir desta sexta-feira, 25 de maio de 2018. Segundo informações da SATrans, que administra o sistema de transportes intermunicipais, as empresas terão apenas 65% dos veículos circulando nos próximos três dias.

A medida será necessária porque, segundo a SATrans, as empresas de ônibus da cidade não estão recebendo combustível, por conta da greve dos caminhoneiros.

A medida vai afetar as empresas Guaianazes, Curuçá, ETURSA, Parque das Nações e Vaz, que vão operar com apenas 65% da frota programada para os três próximos dias: sexta (25), sábado (26) e domingo (26). Os horários da primeira e da última viagem não serão afetados.

Ainda de acordo com a SATrans, as empresas Suzantur e Urbana vão operar normalmente nos três dias.

COLETA DE LIXO

De acordo com a Prefeitura, a coleta de resíduos em Santo André vai operar em esquema especial a partir desta sexta-feira. A Prefeitura informou que “estão sendo realizadas manobras internas para garantir a coleta em toda a cidade”, mas não informou os horários da coleta seletiva.

SÃO BERNARDO DO CAMPO

A SBCTrans decidiu manter 100% da frota em circulação nos próximos dias em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista. Anteriormente, a empresa havia comunicado, em nota, que reduziria a frota nos horários de menor demanda, mas a direção mudou de ideia.

“Esperamos que a situação seja resolvida o quanto antes para permitir o abastecimento de óleo combustível. Iremos manter nas ruas toda a nossa frota para atender a população de São Bernardo do Campo. Neste momento, nossa prioridade é preservar o mais elevado padrão de qualidade e confiabilidade dos serviços” – disse a diretora executiva da empresa, Milena Braga Romano.

A frota total da SBCTrans é de 420 ônibus.

ABC PAULISTA

No ABC Paulista, empresas como Viação Guaianazes e Viação Vaz (Santo André), EAOSA (Mauá), Suzantur (Mauá e Santo André), Vipe – Viação Padre Eustáquio, Santa Paula e Tucuruvi (São Caetano do Sul), Viação Ribeirão Pires (Ribeirão Pires), Benfica (Diadema) Rigras (Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra),  dizem que até o momento a circulação de ônibus é normal, mas há risco de falta de diesel a partir de amanhã.

Na Viação Riacho Grande, empresa de ônibus intermunicipais que circulam entre a Capital e o ABC Paulista, a frota foi reduzida em 10%, de acordo com informações da empresa.

Confira a situação dos ônibus em outras cidades brasileiras afetadas pela greve dos caminhoneiros:

Frota reduzida de ônibus, rodízio suspenso em São Paulo, bloqueio em vias urbanas e rodovias. Acompanhe em tempo real o 4º dia de greve dos caminhoneiros

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Valdir Antônio horacio disse:

    Parabéns suzantur santo André está e uma empresa séria sr claudine mais empeto esse está aqui santo andre

Deixe uma resposta