Greca recua e manda Urbs manter frota normal de ônibus em Curitiba no final da tarde e início da noite

Urbs já tinha autorizado redução. Viações dizem que obedecem, mas alertam para a falta de diesel

ADAMO BAZANI

O prefeito de Curitiba, Rafael Greca, recuou e mandou a Urbs manter toda a frota municipal de ônibus na capital paranaense.

A gerenciadora tinha anunciado a redução por causa do risco da falta de diesel.

Pelo anúncio da Urbs, a redução nos horários de pico seria de 30% e nos demais horários, de 50%. São considerados horários de pico: 6h30 às 8h30; 11h às 13h; 17h às 19h30; 21h30 às 23h.

Greca, entretanto, menos de uma hora depois disse que as reduções serão feitas apenas de acordo com os estoques das empresas.

As viações dizem que seguem determinação de frota total escala, mas advertem que a partir desta quinta-feira, 24, haverá falta de diesel devido à greve dos caminhoneiros.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta