Vice-presidente de finanças da Volkswagen Caminhões e Ônibus renuncia

Em abril, a Volkswagen Caminhões e Ônibus divulgou que estava estudando comprar uma participação majoritária da Navistar International.

Matthias Gruendler alegou motivos pessoais para deixar o cargo

JESSICA SILVA PARA O DIÁRIO DO TRANSPORTE

O vice-presidente de finanças da Volkswagen Caminhões e Ônibus renunciou ao cargo nesta quarta-feira, 16 de maio de 2018. Para deixar a empresa, Matthias Gruendler alegou motivos pessoais.

A informação foi divulgada por um porta-voz à agência Reuters. Segundo a publicação, o executivo já foi liberado das funções. O sucessor ainda não foi encontrado para comentar o assunto e não teve o nome divulgado.

A Volkswagen Truck & Bus (Caminhões e Ônibus) globalmente envolve as marcas MAN, Volkswagen Caminhões e Ônibus e Scania.

Na última semana, a Navistar International disse que Gruendler planejava renunciar ao conselho de administração da empresa. Contudo, a empresa divulgou que a decisão dele não estava relacionada com algum tipo de discordância com a empresa sobre estratégia ou operações, também conforme publicado pela Reuters.

Em abril, a Volkswagen Caminhões e Ônibus divulgou que estava estudando comprar uma participação majoritária da Navistar International. O investimento foi anunciado por Matthias Gruendler, na época.

Relembre: Volkswagen Truck & Bus estuda compra da Navistar

Em 2016, a empresa comprou 16,6% de participação na fabricante de caminhões. As autoridades norte-americanas liberaram a compra das ações em 2017.

Relembre: Autoridades liberam compra de parte da Navistar pela Volkswagen Truck &Bus

1 comentário em Vice-presidente de finanças da Volkswagen Caminhões e Ônibus renuncia

  1. SDTConsultoria em Transportes // 16 de maio de 2018 às 16:03 // Responder

    Conheço os produtos VW desde 1991 , tempo da Autolatina, período em que estive a trabalho no Rio de Janeiro. Após este período convivi com a marca em Curitiba 16.180 , onde tive a oportunidade de comparar a performance com os MBB 1618 e 1620 . Os resultados sempre foram bem próximos o que me assegurou indica-los ao empresários, e assim foi em Curitiba, Botucatu, São Paulo… neste período me ressenti de um pós venda mais presente, pois me deparei com alguns problemas no VW17.260 ( Opacidade ) . Mas nada que uma boa reunião envolvendo empresários, dealers e montadora para expor as dificuldades e os mesmos apresentarem as soluções. Parabéns a VW pelo crescimento e isto certamente fará com que a Mercedes e a Volvo também invistam em evolução dos produtos, Pós vendas mais atuante para tornar a competição mais saudável.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: