Passageiros não conseguem ver horário de ônibus em aplicativo lançado pela Prefeitura de Santo André

Após três meses de espera, ferramenta foi lançada pela Prefeitura nesta quinta-feira, 3 de maio de 2018

Após três horas de lançamento, pontos ficam indisponíveis no mapa e previsões mostradas são incertas

JESSICA SILVA PARA O DIÁRIO DO TRANSPORTE

Após três meses de espera, os passageiros puderam baixar o novo aplicativo para ver as previsões de chegada dos ônibus municipais de Santo André. Contudo, a ferramenta lançada pela Prefeitura nesta quinta-feira, 3 de maio de 2018, apresentou falhas e parou de funcionar três horas após o lançamento.

Desde 2014, os passageiros tinham o aplicativo CittaMobi, mas as empresas do Consórcio União Santo André preferiram descontinuar o serviço.  Entre o início de fevereiro e esta quinta-feira, os passageiros ficaram sem nenhum tipo de informação de previsão de chegada dos ônibus aos pontos.

Por volta de 14h, o prefeito Paulo Serra lançou oficialmente o Santo André Mob, disponível para Android e iPhone.

O aplicativo mostra o horário de 35 linhas de ônibus municipais, as que são operadas pelo Consórcio União Santo André. O CittaMobi ainda funciona nas outras 15 linhas, operadas pela Suzantur no lote da Vila Luzita, até que seja realizada a licitação daquele sistema tronco-alimentado.

Os primeiros passageiros que fizeram o download se depararam com a mensagem de “erro ao conectar ao servidor”. Após tentar repetidas vezes, as previsões foram incertas. Ao selecionar o ponto de ônibus no mapa, o aplicativo mostrava que os coletivos estavam chegando, mas os veículos não passavam no horário indicado.

“Abri o aplicativo no ponto e tem uns ônibus que estão chegando há 15 minutos” – contou o estudante Lucas Carollo ao Diário do Transporte“Aparece a previsão de algumas linhas, fica uns 15, 20 minutos falando que está chegando e nada. Outras linhas passam e o aplicativo nem fica sabendo” – disse.

Nas redes sociais, o mesmo problema foi relatado instantes após a disponibilização do Santo André Mob.

“Um aplicativo que demorou três meses para ficar pronto, com uma péssima qualidade, nem sequer tem um campo de pesquisa. Você tem que ficar caçando no mapa com a localização ativa para poder encontrar o ponto desejado” – comentou uma passageira, nas redes sociais.

Após os horários incorretos, o aplicativo parou de funcionar por volta de 17h. Todos os pontos sumiram do mapa e não é possível visualizar a previsão de nenhum coletivo. O Diário do Transporte testou a ferramenta e, até a publicação desta reportagem, as previsões ainda não estavam sendo exibidas.

5e98bc42-7405-44dc-8238-52b7e13b436f.jpg

Aplicativo parou de funcionar por volta de 17h

Outro problema identificado é que o aplicativo não aparece na busca da PlayStore. Os usuários de smartphones com o sistema operacional Android têm que acessar este link para conseguirem fazer o download. Para iPhone, o caminho para baixar o aplicativo é um link da App Store.

Após seis horas de lançamento, a avaliação de usuários da plataforma Android deram a nota 1,5, de um máximo de 5 estrelas, para o aplicativo. As avaliações foram feitas por quem testou a ferramenta antes de o funcionamento ser interrompido e os pontos terem sumido do mapa.

As principais reclamações nos comentários da PlayStore eram sobre a falta de precisão no horário dos ônibus, interface confusa, linhas registradas com o nome errado, incoerência nos mapas de algumas regiões, erros de rota e falta de alguns pontos.

FUNÇÕES DISPONÍVEIS

Segundo informações da Prefeitura de Santo André, o aplicativo permite monitorar o horário de chegada e percurso dos ônibus, possibilita visualizar as rotas das linhas e também traz a função de programação de alarme para horário de saída e tempo de chegada ao destino.

Apesar de os passageiros constatarem que não há precisão nos horários previstos para a chegada dos ônibus, como havia com o aplicativo anterior, o CittaMobi, a Prefeitura informou que os coletivos são monitorados por geolocalização.

“O Santo André Mob dispõe de uma complexa tecnologia que inclui o controle via GPS de todos os ônibus urbanos da cidade. Estes dados são disponibilizados ao usuário graças a softwares de gestão compartilhados entre as empresas de ônibus e a Prefeitura, que permitem o monitoramento do trajeto das linhas municipais. Outras funcionalidades serão disponibilizadas ao usuário do aplicativo, na medida que forem liberadas atualizações” – informou a Prefeitura, em nota.

Durante o lançamento, o prefeito Paulo Serra testou o aplicativo e informou novas funcionalidades, como a possibilidade de visualizar o ponto pelo Street View do Google. Contudo, quem testou a nova função também identificou erros. Em um dos casos, a foto da parada era o interior de uma loja de Santo André.

O prefeito reconheceu que a ferramenta ainda precisa de ajustes, mas não mencionou nenhum problema quando fez o teste.

“Ele foi completamente customizado para nossa cidade. Claro que, como todo aplicativo, ele tem agora um processo permanente de atualização, ajuste, mas que traz muitas novidades e que coloca nosso transporte efetivamente nessa era digital, com total segurança e conforto para o usuário” – disse o prefeito Paulo Serra.

O prefeito também informou que o aplicativo pode ser conectado com o Facebook e o Google, para fazer check-in e compartilhar a localização com alguém. “Um filho, por exemplo, que vai para a escola, pode mostrar durante o trajeto onde ele está para o pai em casa poder acompanhar esse percurso” – afirmou Serra.

RELATÓRIO PARA SATRANS

Outra funcionalidade anunciada pela Prefeitura foi a possibilidade avaliar como está sendo a condução do motorista e registrar reclamações e elogios. O relatório servirá para que a SATrans realize a avaliação quantitativa da qualidade das linhas, atentando aos pontos que necessitam de melhorias.

“Como é um aplicativo customizado, feito sob medida para a cidade de Santo André, você coloca a linha que você andou e coloca se o motorista está fazendo algo de errado: dirigindo rápido, devagar, bruscamente, desrespeitando, não parou no ponto, se ele estiver fazendo alguma coisa que ele precisa melhorar, você pode dar essa sugestão e, por fim, se a condução dele merece ou não um elogio. Você coloca a linha, envia e esse relatório vai para a SATrans para a gente poder avaliar também a qualidade do atendimento das linhas” – disse o prefeito Paulo Serra.

HISTÓRICO

O Santo André Mob está disponível em substituição ao aplicativo CittaMobi, que funcionou de outubro de 2014 até fevereiro deste ano.

“A empresa do antigo sistema manifestou o interesse em descontinuar a prestação do serviço por questões comerciais, fazendo com que a Prefeitura agilizasse a troca da tecnologia, construindo um novo aplicativo com mais funcionalidades. O novo aplicativo funciona para as empresas que operam no Consórcio União Santo André” – informou a Prefeitura, em nota.

O CittaMobi estava disponível aos passageiros de Santo André por meio de um convênio da empresa com o Consórcio União Santo André, formado pelas empresas Viação Guaianazes/Curuçá, Viação Vaz, TCPN – Transportes Coletivos Parque das Nações, ETURSA – Empresa de Transporte Urbano e Rodoviário de Santo André e EUSA – Empresa Urbana Santo André.

No início de fevereiro, o serviço ficou indisponível para a população, devido ao rompimento de contrato entre a Cittati e o Consórcio União Santo André. Veja mais detalhes na reportagem publicada pelo Diário do Transporte: Empresas de ônibus de Santo André rompem contrato e passageiros ficam sem informações em aplicativo de celular

Confira as notas enviadas pela Cittati e pela Prefeitura de Santo André na época em que o CittaMobi parou de funcionar na cidade:

Nota Cittati:

Há 10 anos a Cittati fornece soluções tecnológicas de mobilidade urbana para o mercado. Entre elas, há o sistema de gerenciamento online de frotas de ônibus, que também gera a posição geolocalizada, em tempo real, de cada veículo. Esses dados são utilizados na previsão de chegada dos ônibus nos pontos apresentada no aplicativo CittaMobi.

Recentemente, algumas das operadoras de ônibus de Santo André encerraram o contrato de gerenciamento online de suas frotas. Consequentemente, o CittaMobi não mais consegue gerar a previsão de horários de diversas linhas que circulam na cidade. No entanto, as previsões de horários dos ônibus da empresa Suzantur ainda são apresentadas no aplicativo.

Agradecemos a todos os usuários do CittaMobi de Santo André por esses anos de parceria. Ao informar as previsões de chegada dos ônibus e as melhores rotas, esperamos ter contribuído para que os cidadãos tenham uma melhor experiência na mobilidade urbana.

O CittaMobi continua operando normalmente nas demais cidades.

Nota Prefeitura de Santo André:

A Prefeitura de Santo André informa que o sistema de transporte público municipal passa por um processo de modernização que incluirá, entre outras medidas, a troca de tecnologia para a implantação de um novo aplicativo de transporte, que substituirá o Cittamobi. A expectativa da administração é de que o processo de transferência de tecnologia seja concluído nas próximas semanas. Os ônibus da cidade já estão recebendo modernos e precisos equipamentos de monitoramento para o controle da chegada e saída das linhas municipais.

Na concepção de melhoria do transporte público na cidade, a Prefeitura propôs ainda ações que estão em andamento e outras que já foram realizadas. Um plano de ação está em execução para elaboração de um estudo detalhado das linhas municipais, os itinerários, bem como o fluxo de passageiros nestes coletivos. Estes estudos permitirão vislumbrar o panorama atual do transporte público na cidade, servindo de base também para a elaboração de um plano de racionalização do sistema de transporte vigente.

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. FABIO LEITE disse:

    Vale lembrar que as linhas municipais constam no app MOOVIT, porém não em tempo real, inserido em 2016 pela equipe da SATrans. E um app que também possui linhas intermunicipais e trens.

  2. Amauri Damico disse:

    Uma pena pq o cittamobi era bastante bom

    É péssimo ficar às cegas com os horários dos onibus em Sto André que não tem nenhum padrão

  3. Anderson disse:

    O problema é que o sistema de transporte de Santo André é uma bagunça, cada dia os ônibus passam num horário, não há fiscalização, aí pode ter aplicativo que for se os ônibus não passam nos horários certos fica difícil.

Deixe uma resposta