SPTrans informa desvio de 42 linhas no centro de São Paulo, após incêndio no Paissandu

Vias ficarão interditadas por 15 dias para remoção de escombros. Foto: Paulo Pinto / Fotos Públicas

Coletivos tiveram mudanças nos itinerários originais e operam de forma circular; vias ficarão fechadas por 15 dias

JESSICA SILVA PARA O DIÁRIO DO TRANSPORTE

A SPTrans divulgou, na tarde desta terça-feira, 1º de maio, quais são as 42 linhas que tiveram os itinerários originais desviados no centro de São paulo, por conta do incêndio e desabamento do prédio no Largo do Paissandu.

Segundo o prefeito de São Paulo, Bruno Covas, as ruas que foram interditadas no entorno do prédio ficarão fechadas pelos próximos 15 dias, pois será feita a remoção dos escombros. A informação foi divulgada em coletiva de imprensa. Ao todo, foram cinco interdições.

Segundo a SPTrans, as linhas que circulam pelo corredor Consolação e Rebouças, estão indo até a Avenida São Luis. As que passam pelo corredor São João, estão indo até o Largo do Arouche.

Os ônibus que têm itinerário pelo corredor Rio Branco, estão indo até a Praça Princesa Isabel. As linhas do corredor Consolação que seguem em destino a Zona Norte, Terminal Princesa Isabel e Estação da Luz, seguem pela Rua Rego Freitas e Avenida Duque de Caxias.

Por fim, os ônibus que saem do Terminal Princesa Isabel e seguem como destino a Zona Sul, estão seguindo pela Avenida Prestes Maia.

Confira a relação das linhas a serem desviadas na região central de São Paulo devido ao desmoronamento do prédio na região do Largo do Paissandu:

408A/10 – Machado de Assis X Cardoso de Almeida.
508L/10 – Term. Princesa Isabel X Aclimação.
509M/10 – Jd. Miriam X Term. Princesa Isabel.
609F/10 – Chac. Santana X Term Princesa Isabel.
701A/10 – Pq. Edu Chaves X Metrô Vila Madalena.
701U/10 – Metrô Santana X Cid. Universitária.
908T/10 – Butantã X Term. Pq. Dom Pedro.
930P/10 – Term. Pinheiros X Term. Pq. Dom Pedro.
1896/10 – Jaraguá X Praça Ramos.
2002/10 – Term. Pq. Dom Pedro X Term. Bandeira.
4112/10 – Santa Margarida X Praça da República.
4113/10 – Gentil de Moura X Praça da República.
7267/10 – Apiacas X Praça Ramos.
7272/10 – Mercado da Lapa X Praça Ramos.
7281/10 – Lapa X Praça Ramos.
7282/10 – Pq. Continental X Praça Ramos.
7411/10 – Cid. Universitária X Praça da Sé.
7458/10 – Jd. Boa Vista X Estação da Luz.
7545/10 – Jd. João XXIII X Praça Ramos.
7903/10 – Educandario X Praça Ramos.
8000/10 – Term. Lapa X Praça Ramos.
8215/10 – Jd. Paulistano X Correio.
8400/10 – Term. Pirituba X Praça Ramos.
8528/10 – Jd. Guarani X Correio.
8538/10 – Freguesia do Ó X Correio.
8542/10 – Brasilandia X Correio.
8544/10 – Jd. D’Abril III X Correio.
8549/10 – Taipas X Correio.
8594/10 – Jd. D’Abril X Praça Ramos.
8600/10 – Term. Pirituba X Paissandu
8615/10 – Pq. Da Lapa X Term. Pq. Dom Pedro.
8622/10 – Morro doce X Praça Ramos.
8677/10 – Jd. Líbano X Paissandu.
8686/10 Mangalot X Paissandu.
8700/10 – Term. Campo Limpo X Praça Ramos.
8705/10 – Shop. Continental X Praça Ramos.
8707/10 – Rio Pequeno X Term Princesa Isabel.
9301/10 – Term. Casa Verde X Correio.
9354/10 – Term. Cachoeirinha X Correio
9500/10 – Term. Cachoeirinha X Correio.
9501/10 – Term. Cachoeirinha X Paissandu.
9653/10 – Pedra Branca X Correio.

VEÍCULOS

A CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) também interditou as vias de acesso a veículos até o Largo do Paissandu. O incêndio ocorreu na Rua Antônio de Godói.

As seguintes vias foram interditadas:

· Avenida Rio Branco x Avenida Ipiranga;

· Avenida São João x Rua Conselheiro Crispiniano;

· Largo do Paissandu;

· Avenida Ipiranga x Rua dos Andradas;

· Avenida Ipiranga x Rua do Boticário.

 

DESABAMENTO

O prédio que desabou pertencia ao Governo Federal e tinha sido ocupado por mais de 200 pessoas sem teto. Cerca de 25% do grupo, segundo a Defesa Civil, é composto por estrangeiros.

Além do edifício que foi incendiado, as chamas atingiram outro prédio e os escombros destruíram parcialmente a Igreja Luterana, construída em 1908, e que fica ao lado.

Até o fim desta tarde, o Corpo de Bombeiros informou que há uma pessoa oficialmente desaparecida.

 

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta