Produção de ônibus cresce 67% no primeiro bimestre, diz Anfavea

Produção de urbanos foi mais expressiva

Segmento de urbanos teve alta de 73,4% e de rodoviários, elevação de 48,7%

ADAMO BAZANI

Os números de produção de ônibus no Brasil mostram que a indústria de veículos pesados está voltando a crescer, mas ainda há ressalvas como as incertezas que podem trazer o cenário eleitoral e as necessidades de mais opções de crédito para renovação das frotas.

Segundo dados divulgados agora há pouco pela Anfavea – Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores, a produção de chassis de ônibus no Brasil cresceu no primeiro bimestre deste ano 67% em comparação com semelhante período de 2017.

Saíram das linhas de montagem, 4.053 chassis nos meses de janeiro e fevereiro e, no mesmo período de 2017, foram 2.427 unidades.

Por subsegmentos, os modelos urbanos levaram a melhor: crescimento de 73,4% entre os primeiros bimestres, com 3.113 unidades. A produção de modelos rodoviários cresceu 48,7% com 940 chassis.

A Fabus – Associação dos Fabricantes de Ônibus, responsável por reunir as fabricantes de carrocerias, ainda não divulgou os dados de fevereiro.

A indústria prevê um crescimento maior no primeiro semestre. Após junho, o calendário eleitoral deve deixar de ter influência positiva na compra de ônibus, que deve ser antecipada para melhorar a imagem de postulantes e apoiadores aos cargos federais e estaduais dos executivos e legislativos.

O setor ressalta que apesar de os números positivos serem uma boa notícia, o crescimento se dá sobre uma base que sofreu forte retração nos últimos três anos.

LICENCIAMENTOS E MARCAS:

Segundo a Anfavea, licenciamento dos ônibus registrou no primeiro bimestre, 84,4% de aumento em relação ao mesmo período do ano passado.

A Mercedes-Benz continua liderando o mercado, seguida da MAN e Agrale. Confira.

1º) Mercedes-Benz: 1.007 ônibus produzidos em janeiro e fevereiro de 2018, alta de 219,7% em relação ao primeiro bimestre de 2017

2º) MAN – Volkswagen Caminhões e Ônibus: 320 ônibus produzidos em janeiro e fevereiro de 2018, alta de 48,1% em relação ao primeiro bimestre de 2017

3º) Agrale (inclui minionibus Volare): 234 ônibus produzidos em janeiro e fevereiro de 2018, alta de 41,8% em relação ao primeiro bimestre de 2017

4º) Scania: 56 ônibus produzidos em janeiro e fevereiro de 2018, alta de 229,4% em relação ao primeiro bimestre de 2017

5º) Volvo: 37 ônibus produzidos em janeiro e fevereiro de 2018, queda de 51,9% em relação ao primeiro bimestre de 2017

6º) Iveco: 28 ônibus produzidos em janeiro e fevereiro de 2018, queda de 78,3% em relação ao primeiro bimestre de 2017

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

1 Trackback / Pingback

  1. Mercedes-Benz comemora liderança nas vendas de ônibus no primeiro bimestre de 2018 – Diário do Transporte

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: