CPTM cumpre meta e encerra 2017 com 30 novos trens

Linha 7-Rubi, imagem ilustrativa

Novas composições fazem parte do lote de 65 unidades compradas

ALEXANDRE PELEGI

A CPTM encerrou 2017 com 30 novos trens em operação. As unidades integram o lote de 65 composições compradas pelo Governo do Estado.

Os dois últimos trens recebidos em 2017 foram entregues na sexta-feira, dia 29 de dezembro. Com esta entrega no final do ano, a CPTM cumpriu a meta de renovar a frota de composições com 30 novas unidades. Também em dezembro, no dia 6, o governador Geraldo Alckmin já havia entregado dois novos trens (27º e 28º), em solenidade na Estação da Luz.

A 29ª e a 30ª composição recebidas se integrarão à frota da Companhia: uma da série 9.500, da Hyundai, vai operar na Linha 7-Rubi (Luz-Jundiaí); a outra, da série 8.500, da CAF Brasil, será usada no serviço Expresso Leste (Luz-Guaianases) da Linha 11-Coral.

A previsão é que as 35 unidades restantes entrem em operação até o final de 2018, completando o lote das 65 unidades.

A linha 7-Rubi tem a frota mais antiga da Companhia, que remete à década de 50. Na solenidade de 6 de dezembro, o governador Alckmin garantiu que até o final de 2017 o Governo completaria a entrega de 30 novos trens e, no ano que vem, outros 35.

A Linha 7-Rubi é a maior da CPTM, com 60,5 quilômetros de extensão, e transporta em média 425 mil usuários por dia útil. O trecho mais extenso, com 39 km, vai da Luz até Francisco Morato e atende cerca de 395 mil passageiros/dia útil. Já a extensão entre Francisco Morato e Jundiaí tem 21,5 km e é utilizada em média por 30 mil usuários/dia útil.

Já a Linha 11-Coral transporta cerca de 700 mil passageiros/dia útil, e é a mais movimentada do sistema, em seus 50,8 km de extensão. O trecho com maior movimento é o do serviço Expresso Leste, com 24,2 km. O serviço opera de Luz a Guaianases, transportando em média 500 mil usuários/dia útil e fechará o ano com 12 novos trens. De Guaianases a Estudantes, são 26,6 km, e cerca de 200 mil passageiros transportados/dia útil.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

2 comentários em CPTM cumpre meta e encerra 2017 com 30 novos trens

  1. Amigos, boa noite.

    Porém …

    “CUIDADOCOM O VÃO E A ALTURA ENTRE O TREM E A PLATAFORMA”

    Os quais continuam ai firme e forte há mais de 50 anos sem solução, quiça paliativa.

    Att,

    Paulo Gil

  2. E mais uma vez ninguém lembra do ABC que tem uma frta bem antiga e que vive dando problemas, tanto nas composições como na própria via. Quando se anda de trem dá pra ver o abandono da CPTM e do governo do estado em ver as vias cheia de mato, dormentes velho e trilhos gastos, oferecendo um grande risco para os usuários do sistema.
    Acorda Governantes!!!!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: