Paris antecipa meta de proibição de carros a diesel e gasolina para 2030

Objetivo é tornar a capital francesa uma cidade neutra em emissões de dióxido de carbono

ALEXANDRE PELEGI

Antecipando o que havia anunciado em julho deste ano, a Prefeitura de Paris anunciou nesta quinta-feira, dia 12 de outubro, que pretende a circulação dos carros a diesel e a gasolina até 2024 e 2030 respectivamente. O objetivo é tornar a capital francesa uma cidade neutra em emissões de dióxido de carbono.

Em julho deste ano Paris anunciara um plano para acabar com os automóveis a diesel e a gasolina até 2040, no que foi seguida pelo Governo britânico, que anunciou a mesma meta, mas para os dez anos seguintes.

Em comunicado divulgado hoje, as autoridades parisienses destacam que o horizonte previsto “leva em conta de forma pragmática a evolução cada vez mais rápida do setor dos transportes nos últimos anos”.

O comunicado se refere ao desenvolvimento de carros elétricos, que considera já em estágio acelerado, além do reforço já previsto à oferta de transporte público e ao protagonismo crescente das ciclovias.

O comunicado das autoridades afirma ainda que “este objetivo não está formulado como uma ‘proibição’ no horizonte de 2030, é como uma trajetória que parece ao mesmo tempo crível e sustentável”. As autoridades parisienses preveem reuniões com os fabricantes do setor automotivo nos próximos meses para incorporá-los a essa meta.

A cidade de Paris foi sede em dezembro de 2015 da Cúpula do Clima (COP21), onde foi aprovado o primeiro acordo universal de combate à mudança climática.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

2 comentários em Paris antecipa meta de proibição de carros a diesel e gasolina para 2030

  1. O quê? Essa prefeitura de Paris deve ser muito petralha, petista, esquerdista, esquerdopata pra tomar decisões assim, visando o transporte menos poluente e mais humano.

    A cidade de SP que deveria ser exemplo, incentivando a venda de mais carros, fazendo mais ruas, não dando prioridade ao transporte público, projetos de prédios-monumentos no centro atendendo os pedidos do visionário mercado imobiliário além, é claro, darmos um longuíssimo prazo para diminuir as emissões de poluentes ainda utilizando nosso querido diesel (hm.. E quem sabe incentivar o biodiesel seja a melhor alternativa!?) sem criar formas viáveis e incentivar as empresas adotarem tecnologias mais limpas.

    Aposto que Paris nem deve ter pensado em fazer todo mundo pagar o ônibus com celulares Samsung. Povinho atrasado!

    Acima, pode conter (muita) ironia.

  2. Amigos, bom dia.

    Podia começar ontem, afinal até 2030, quantas vidas serão vitimadas pela poluição.

    A lerda Sampa, já podia tomar uma atitude de fechar aos carros e taxis um raio de 10 kms a partir da Praça da Sé – o maco zero de Sampa.

    Já temos condições para isto, deixando funcionar só as vias de grande circulação.

    Desta forma a população já vai se adaptando aos novos tempo sem poluição e utilizando o transporte público.

    Não podemos ser omisso, o rémedio é amargo mas a cura é doce com zero açucar.

    MUDA BARSIL, ACOooooooooooooooooooooRDA SAMPA.

    Att,

    Paulo Gil

1 Trackback / Pingback

  1. Sindcomb Notícias – Sexta-Feira, 13 de outubro de 2017 – SINDCOMB

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: