Vereador do Rio cria site para que população possa acompanhar CPI dos ônibus

Tarifômetro apontava valor de R$ 2,65 bilhões no dia 16 de setembro às 13 horas

Destaque do site é o “tarifômetro”, que mostra o quanto as empresas de ônibus acumulam com as cobranças indevidas nas tarifas

ALEXANDRE PELEGI

Um vereador carioca resolveu criar um site para que os moradores do Rio de Janeiro possam acompanhar passo a passo os trabalhos da recém-criada CPI dos ônibus.

Criado pelo gabinete de Tarcísio Motta, do PSOL, o destaque do site é o “tarifômetro”, que a partir de dados obtidos junto a auditorias mostra o quanto as empresas de ônibus acumulam com as cobranças indevidas nas tarifas desde o ano de 2012. O “tarifômetro” é atualizado constantemente. No instante em que postamos esta matéria ele já marcava R$ 2,65 bilhões, e não parava de girar.

Apesar de ser o primeiro suplente das investigações, Tarcísio Motta está atuando ativamente dos trabalhos após a prisão do vereador Dr. Gilberto (PMN), membro titular da Comissão de Inquérito.

O site pode ser visto pelo endereço http://cpidosonibus.com.br/

CPI DOS ÔNIBUS

A CPI dos ônibus, como ficou conhecida, foi instalada no dia 15 de agosto na Câmara Municipal do Rio de Janeiro.

O objetivo da Comissão Parlamentar será analisar os contratos firmados a partir de 2010 envolvendo empresas de ônibus e a prefeitura da cidade. Dentre os temas que serão investigados pelos vereadores estão questões envolvendo o RioCard, contratos de licitações e os reajustes de tarifa realizados nos últimos anos. Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2017/08/08/sergio-cabral-e-denunciado-junto-com-empresarios-de-onibus-em-esquema-de-propinas-da-fetranspor/

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transporte

1 comentário em Vereador do Rio cria site para que população possa acompanhar CPI dos ônibus

  1. Amigos, bom dia.

    Ótima ideia.

    A PMSP deve criar um site e inserir de forma simples (sem pirotecnia marketira), os relatórios elaborados pelas consultorias que foram e estão sendo realizadas para resolver o problema do buzão de Sampa.

    Pode começar por colocar o relatporio elaborado na gestão passada e já inserir alguma coisa do que já foi feito na nova contratação que foi anunciada há alguns meses aqui no Diário.

    Estamos aguardando.

    Att,

    Paulo Gil

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: