Empresa apura incidente com ônibus que rompeu articulação na grande Florianópolis

Piso da área da articulação ficou pendurado

Ninguém se feriu e polícia deve concluir laudo de perícia no ônibus articulado da Jotur

ADAMO BAZANI

A Polícia Civil de Santa Catarina deve concluir ainda neste mês o laudo da perícia em um ônibus da Jotur, empresa de serviços metropolitanos da Grande Florianópolis, cuja articulação rompeu, dividindo o veículo em dois.

O incidente aconteceu no final da tarde desta sexta-feira, 7 de julho de 2017, quando o veículo desembarcava um passageiro, na Avenida das Torres, em Palhoça, na região metropolitana de Florianópolis.

O ônibus, modelo Marcopolo Torino fazia a linha Unisul-Estação Palhoça.

A parte da frente se separou da traseira do ônibus quando veículo tentou prosseguir viagem após o desembarque.

Ninguém ficou ferido, mas o susto foi grande.

De acordo com testemunhas, o motorista disse que ouviu um barulho intenso na região da articulação desde o início da viagem e pediu para os passageiros ficarem na parte de trás ou na frente, mas não na área da “sanfona”.

 

Ônibus da Jotur partido em dois

Em nota, a Jotur disse que também apura o caso.

“A respeito do problema ocorrido com o ônibus do transporte coletivo nesta sexta-feira (7), a Jotur esclarece que o veículo cumpria a linha ‘Unisul-Estação Palhoça’, e estava desembarcando um passageiro na Avenida das Torres em Palhoça, por volta das 17 horas, quando ao arrancar, após dar desembarque de passageiro, teve um problema na articulação do veículo que levava ainda cerca de 10 passageiros, não houve feridos. No momento estão sendo apurados todos os fatos ocorridos.”

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Paulo Gil disse:

    Amigos, bom dia.

    Essa foi demais, tinha alguém filmando.

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    Só falta o puder público dizer que o filme é montagem, melhor mandar para o detetive do Fantástico.

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    Isso é igual caçamba, não tem um dispositivo de segurança.

    Afinal, pra que né; o passageiro que se exploda.

    Um simples cabo de aço de segurança, minimizaria em 90% as proporções do acidente.

    Ainda bem que não feriu ninguém.

    Att,

    Paulo Gil

Deixe uma resposta