Greve de ônibus no Distrito Federal termina após pagamento por parte das empresas

Paralisação afetou ao menos um milhão de passageiros

ADAMO BAZANI

Terminou entre o final da manhã e início da tarde desta quarta-feira, 24 de maio de 2017, a paralisação das empresas de ônibus Urbi, Pioneiro, Marechal e São José, no Distrito Federal.

Os trabalhadores dessas empresas estavam de braços cruzados porque não receberam o pagamento do adiantamento de 40% dos salários, que deveria ter ocorrido no último dia 20, e estava previsto em convenção da categoria.

Segundo as companhias de ônibus, até o final do expediente bancário, todos os depósitos terão sido efetuados.

As viações acusam governo do Distrito Federal de dever R$ 200 milhões em repasses o que teria gerado dificuldades para o pagamento.

Já a Secretaria de Mobilidade afirma que cumpre o cronograma de repasses e que já pagou até agora, sobre o mês de maio, R$ 34 milhões, restando R$ 11 milhões referentes ao mês de março, quitando completamente os débitos. Entretanto, governo do Distrito Federal ainda precisa repassar R$ 88 milhões às empresas referentes a 2015 e R$ 56 milhões a respeito de 2016.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes