Dados da CET apontam queda de congestionamentos na cidade e aumento da lentidão nas marginais

Companhia evitou fazer análises sobre os dados coletados, afirmando não ser possível tirar conclusões até que estudo sobre volume de tráfego nas vias esteja concluído

ALEXANDRE PELEGI

Matéria da repórter Júlia Barbon, publicada hoje na Folha de SP, informa um fato curioso: enquanto a média dos congestionamentos diminuiu na cidade, a lentidão do trânsito aumentou nas marginais, foco preferido do prefeito João Doria desde sua campanha eleitoral.

A CET usou o critério de considerar a soma das médias de congestionamento nos três primeiros meses de 2017, tomando por base os horários de pico (manhã e tarde).

As medições realizadas pela Companhia detectaram quedas de vias congestionadas em toda a capital nos horários de pico: 10% pela manhã e 36% à tarde, comparando o primeiro trimestre do ano com o mesmo período de 2016.

Já os dados da marginal Tietê mostraram direção inversa: a lentidão do trânsito piorou 75% de manhã e 14% à tarde. Na marginal Pinheiros, no entanto, o aumento não foi significativo: variação de 4% pela manhã e apenas 0,5% à tarde.

Segundo a reportagem da Folha, a CET evitou fazer análises sobre os dados coletados, afirmando não ser possível tirar conclusões até que um estudo sobre o volume de tráfego nas vias, previsto para este mês, seja concluído.

Um dos motivos para o aumento da lentidão na marginal Tietê poderia ser justamente o aumento do limite das velocidades, determinado pelo Prefeito João Doria em 25 de janeiro em cumprimento a uma de suas principais promessas durante a campanha eleitoral.

Ouvido pela reportagem da Folha, o especialista Horácio Figueira citou a teoria de que limites de velocidade mais altos têm maior potencial para causar maior lentidão: “A pessoa corre e para, não dá fluxo, e isso gera uma onda de trânsito”, diz.

Mas há especialistas que afirmam que esse fenômeno diminui seu impacto nos horários de pico, já que os veículos são obrigados a rodar em velocidades inferiores às máximas permitidas.

Especialistas citam outros prováveis motivos para o crescimento da lentidão do tráfego nas marginais: o aumento de ocorrências nas pistas (acidentes, enchentes, veículos quebrados), e o anúncio do aumento dos limites de velocidade, o que teria atraído mais carros para o local.

Marginal Segura será tema de debate no Instituto de Engenharia

No próximo dia 25, a partir das 10:00 horas, no Instituto de Engenharia, o diretor da CET, João Octaviano Machado Neto, vai falar sobre o programa Marginal Segura. Ele fará uma apresentação, seguida de debate com especialistas indicados pelo Instituto.

Com a moderação do Eng. Ivan Whately, diretor do Departamento de Mobilidade e logística do Instituto, foram convidados para o debate os também engenheiros Thadeu Braz,  Consultor e Diretor da BRAZHUMAN, e Luiz Celio Bottura, consultor e Diretor da Cota Engenharia.

Após as apresentações a discussão será aberta ao público, quando provavelmente a questão do aumento dos limites de velocidade nas marginais e a possível relação com o aumento nos acidentes será lembrada por organizações sociais que prometem comparecer ao evento.

Alexandre Pelegi – jornalista especializado em transporte

1 comentário em Dados da CET apontam queda de congestionamentos na cidade e aumento da lentidão nas marginais

  1. Amigos, boa noite.

    O que diminuiu o congestionamento de Sampa foi o DESGOSTO.

    Crise, buraqueira e cidade imunda.

    Sair de casa pra que ?

    Pra passar raiva ??

    Att,

    Paulo Gil

1 Trackback / Pingback

  1. Três meses após decisão de aumento de limites de velocidade nas marginais, número de acidentes continua em alta – Diário do Transporte

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: