Governador do MT vai a Brasília pedir extensão da Ferronorte para seu estado; recursos para Rodoanel de Cuiabá também estava na pauta

Pedro Taques teria conseguido conseguiu apoio do governo federal para levar os trilhos da Ferronorte ao MT, do município de Rondonópolis para a capital Cuiabá

ALEXANDRE PELEGI

O governador de Mato Grosso, Pedro Taques, esteve em Brasília nesta quarta-feira (10), onde conseguiu apoio do governo federal para trazer para seu estado os trilhos da Ferronorte, do município de Rondonópolis para a capital Cuiabá.

O apoio veio do ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella, que afirmou ser favorável ao pedido do estado.

Acompanhado de senadores, deputados e secretários de Estado, Pedro Taques reafirmou a necessidade de uma ferrovia cortando o estado. “É uma luta de mais de 40 anos que nós queremos crer que já está próxima da sua concretização. Queremos os trilhos da Ferronorte em Cuiabá”.

A Medida Provisória 752/2016, sancionada pelo presidente Temer, pode se tornar um fator facilitador para ampliar o ramal. O ministro Quintella afirmou que a MP-752 irá permitir um novo ciclo de inovação e investimento na malha ferroviária, seja de terceiros ou de um possível novo projeto. Isso porque a MP tem como principal objetivo estimular as concessões no país, prevendo a antecipação dos contratos de concessão de ferrovias e a destinação de investimentos na malha ferroviária, ou nas de manifesto interesse público.

RODOANEL

Um dos integrantes da equipe do governador Pedro Taques na ida à Brasília, o secretário de Infraestrutura e Logística, Marcelo Duarte, garantiu que ainda em maio todos os últimos projetos da obra do Rodoanel de Cuiabá, de 52 quilômetros de extensão, serão protocolados. A obra, ele acredita, causará um forte impacto na infraestrutura rodoviária da região metropolitana da capital. O Rodoanel será construído em concreto, melhor solução técnica de engenharia.

De acordo com o secretário de Infraestrutura e Logística de Mato Grosso, já está marcada uma reunião para próxima semana com as equipes técnicas do Dnit, para avaliação do projeto. O objetivo é lançar o edital da obra neste ano.

Alexandre Pelegi – jornalista especializado em transportes

1 comentário em Governador do MT vai a Brasília pedir extensão da Ferronorte para seu estado; recursos para Rodoanel de Cuiabá também estava na pauta

  1. Amigos, boa noite.

    Ferrovias sim tem de ser obra privatizada, isso já deveria ser realidade para o Mato Grosso, afinal aonde nasce a soja ????????

    Antes de construírem rodoanel de concreto, façam um test drive in loko no rodo anel de Sampa.

    Concreto é bom só quando novo, depois, os remendos ficam uma KAKA.

    Eu prefiro asfalto, vejam a Rodovia dos Bandeirantes em São Paulo.

    Ma$ a con$trução em concreto com certeza é a melhor $olu$ão.

    Att,

    Paulo Gil

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: