Greve geral na sexta-feira deve afetar transportes em São Paulo, Rio, Minas Gerais, Pernambuco e Ceará, dizem sindicatos

No ABC, sindicato diz que ônibus também vão parar.

Ônibus, trens e metrô devem ficar parados por 24 horas

ADAMO BAZANI

Mais categorias relacionadas ao transporte coletivo decidiram aderir na próxima sexta-feira, 28 de abril de 2017, ao Dia Nacional de Paralisações, um protesto contra as reformas na previdência e trabalhista.

Na greve geral devem parar por 24 hortas, segundo os sindicatos, ônibus trens e metrô em cidades como São Paulo e Belo Horizonte e suas regiões metropolitanas.

RIO DE JANEIRO:

O Sintraturb Rio, sindicato dos rodoviários do Rio de Janeiro, decidiu uma paralisação parcial dos motoristas e cobradores.

De acordo com a entidade sindica,l em torno de 950 profissionais devem cruzar os braços.

A paralisação deve começar na madrugada de sexta-feira.

A erntidade também vai pedir que a prefeitura faça um aditivo contratual para que seja proibida a terceirização no setor de transportes.

Ainda não foi definido o percentual de ônibus que devem ficar nas garagens.

BELO HORIZONTE E REGIÃO:

Na capital mineira, o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Belo Horizonte e Região Metropolitana – STTR diz que a expectativa é que 100% dos funcionários das empresas de ônibus participem da greve. Já o Sindicato dos Empregados em Transportes Metroviários e Conexos de Minas Gerais – Sindimetro/MG deve realizar uma assembleia nesta terça-feira, dia 25, para decidir a adesão.

FORTALEZA E REGIÃO:

O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Ceará – Sintro-CE diz que os motoristas dos ônibus rodoviários interurbanos vão aderir ao Dia Nacional de Manifestações.

Não foi definido ainda se haverá paralisação total, o que deve ser decidido ainda nesta semana.

RECIFE E REGIÃO:

No Grande Recife, os motoristas e cobradores de ônibus, por meio do sindicato, também anunciaram que devem cruzar os braços na próxima sexta-feira, 28 de abril.

O sindicato que representa a categoria fez anúncio na tarde desta segunda-feira durante uma manifestação contra a demissão de cerca de 400 cobradores de ônibus.

Os metroviários devem realizar uma assembleia nesta terça-feira para definir se param ou não.

SÃO PAULO, ABC, OSASCO, GUARULHOS E LITORAL:

Os sindicatos que representam os trabalhadores que atuam no setor de transportes na Grande São Paulo e Litoral Paulista decidiram, em sua maioria, aderir à greve geral prevista para próxima sexta-feira, 28 de abril de 2017.

Se metroviários, ferroviários e motoristas e cobradores de ônibus seguirem de fato a recomendação dos sindicalistas, ao menos 13 milhões de passageiros em 30 cidades da Região Metropolitana e Litoral de São Paulo podem ficar sem transportes, a maior parte por 24 horas.

No caso do Metrô em São Paulo, devem ser paralisadas na sexta-feira as linhas estatais: 1 Azul (Jabaquara/Tucuruvi), 2 Verde (Vila Madalena/Vila Prudente), 3 Vermelha (Corinthians Itaquera / Palmeiras Barra Funda), 5 Lilás (Capão Redondo/Adolfo Pinheiro) e o monotrilho da linha 15-Prata (Vila Prudente/Oratório). Apenas a linha 4 Amarela (Butantã/Luz), que é privada, deve funcionar.

No caso da CPTM – Companhia Paulista de Trens Metropolitanos, devem ser paralisadas as linhas 7-Rubi (Jundiaí – Francisco Morato – Luz), 10-Turquesa (Rio Grande da Serra – Santo André – Brás), 11 Coral (Luz – Mogi das Cruzes/Estudantes) e 12-Safira (Brás – Poá/Calmon Viana). Já o sindicato que representa os trabalhadores da linha 9-Esmeralda (Osasco – Grajaú) e 8-Diamante (Júlio Prestes – Itapevi ) vai realizar assembleia na terça-feira, dia 25, para definir se vai aderir ou não ao Dia Nacional de Paralisações.

O sindicato que representa os motoristas e cobradores de ônibus da capital paulista também decidiu aderir ao Dia de Paralisações na próxima sexta-feira. A exemplo do que ocorreu no último dia 15 de março, entretanto, os ônibus do subsistema estrutural (viações de linhas maiores) devem parar e os ônibus e micro-ônibus do subsistema local (ex-cooperativas) devem operar normalmente.

Os motoristas e cobradores de ônibus do ABC Paulista (Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra) também devem paralisar as atividades na próxima sexta-feira, 28 de abril, por 24 horas.

Também confirmaram adesão ao dia de paralisações, motoristas e cobradores de ônibus de  Guarulhos, Itaquaquecetuba, Arujá, Poá, Ferraz de Vasconcelos, Osasco, Embu das Artes, Embu-Guaçu, São Lourenço da Serra, Itapecerica da Serra, Juquitiba, Vargem Grande Paulista e Taboão da Serra.

Nestes casos, de acordo com os sindicatos, as paralisações serão por 24 horas e vão atingir tanto as linhas municipais como as intermunicipais gerenciadas pela EMTU – Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos.

No litoral paulista, devem paralisar as atividades os motoristas e cobradores de ônibus em Santos, São Vicente, Guarujá, Bertioga, Itanhaém, Peruíbe, Mongaguá, Cubatão e Praia Grande.

No último dia 15 de março, as paralisações atingiram parcialmente pela manhã os ônibus na cidade de São Paulo, no ABC Paulista, regiões de Osasco e Guarulhos e, na capital paulista, os metroviários paralisaram as atividades, mas os trens da CPTM, na ocasião, funcionaram normalmente.

As centrais sindicais protestam contra a proposta de Reforma da Previdência, a Reforma Trabalhista e a terceirização.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

23 comentários em Greve geral na sexta-feira deve afetar transportes em São Paulo, Rio, Minas Gerais, Pernambuco e Ceará, dizem sindicatos

  1. Se for parar, tem que parar todo mundo, se parar uma região e a outra não parar, dificilmente a causa será ganha (No caso do protesto contra a Reforma da Previdência), que irá prejudicar a todos os trabalhadores se for aprovada

  2. Amigos, boa noite.

    Reforço minha posição de que este tipo de protesto NÃO funciona.

    O Brasil precisa produzir e não pode NEM pensar em parar, sequer um minuto.

    Precisamos de produzir para recebermos nossos salários.

    Me desculpem, mas evoluam.

    Quem não ajuda, não atrapalha.

    Nunca me esqueço de um adesivo numa lotação (Sprinter) que eu tomei no Tatuapé , no qual está escrito:

    “EU ADIANTO O SEU LADO, MAS NÃO ATRASA O MEU”

    Eu adotei está máxima no meu dia a dia.

    Não atrasem mais o lado do Brasil, já tem muiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiit gente atrapalhando o “pogresso do Brasil”.

    Att,

    Paulo Gil

    • Complementando:

      E nesse dia peguei aquela Komboza pirata lá na Saúde, porque as 23:00 hs,
      buzão nem em sonho e nem com número de linha ou sem número de linha.

      O relaxo da EMTOSA, eu conheço na pele desde 1992.

      E nada muda.

      Att,

      Paulo Gil

  3. Miguel Angelo Costa Serafim // 24 de abril de 2017 às 23:12 // Responder

    Tem que parar tudo não fazer o que fizeram na greve anterior quando ficou parcial pois prejudica o trabalhador que utilizam o transporte,onde o empregador acha que vc está fazendo corpo mole para não ir trabalhar, então se for parar tem que parar tudo.

  4. Meriele magalhaes // 25 de abril de 2017 às 01:29 // Responder

    Dia 28 de abril até os padres bispos e arcebispos vao parar. Quem manda no Brasil é o povo . Fora satanistas.
    Querem roubar o nosso dinheiro. Auditoria na previdência já.

  5. Aparecida de Souza // 25 de abril de 2017 às 08:14 // Responder

    Apoio totalmente a greve o país tem que mudar para melhor não atrapalhar nos com estas reforma riticula apoio a greve tem que parar todo mundo mesmo

  6. Max da Conceição Ferreira // 25 de abril de 2017 às 08:31 // Responder

    Pelo amor de Deus já que é para parar tem ser geral se não for geral eles vão ganhar bonito por mim eu parava a partir de hoje valeu meus amigos e amigas de profissão eu amo ser rodoviário do estado do Rio de Janeiro !!!!!!!!Abraços a todos!!

  7. presbitero lourival germano // 25 de abril de 2017 às 08:58 // Responder

    bom tem que parar tudo muito caro as coisas so deus trabalho como porteiro o que ganho mal da para mim fazer compra

  8. principalmente Brasilia a capital que tem que parar! pois é aqui que onde centraliza essas mudanças, que só nós prejudica, vamos todos pra rua.Brasil mostra sua cara.

  9. INFELIZMENTE A MAIORIA SÓ QUER FICAR EM CASA DORMINDO E COÇANDO( FERIADO PROLONGADISSIMO) … POR ISSO DESSA EUFORIA PARA ESTA PARALIZAÇÃO.

  10. Como se greve resolvesse alguma coisa. O que está acontecendo no país é graças aos que votaram e defendem o PT e seus lacaios. Ué, agora estão revoltados contra tudo? É o resultado do governo PT/PMDB que afundou o país. A hora que tinha de mudar, simplesmente foram covardes e mantiveram o governo da Dilma que só piorou.

    Lembrem-se, a reforma já está aí desde o Lula. O Temer só pegou e mandou enfiar goela abaixo. Porque não protestaram na época do Lula?

    Não passa de greve política e do PT pra tentar piorar ainda mais as coisas.

  11. Dinheiro o pais nao tem mais,os politicos corruptos ja levaram tudo por isso o pais nao pode parar.

  12. Eu concordo com a paralisação.
    Na minha opinião é uma forma justa de protesto pois, só assim nosso povo é ouvido,parando tudo,o que esses governantes estão fazendo com o nosso país é vergonhoso,por isso não vejo problema algum em perder um dia de serviço para lutar para que meus direitos sejam respeitados,mesmo sendo uma vitíma como milhões de trabalhadores que terão dificuldade para chegar ao trabalho acho correto e apoio essa atitude afinal se ficarmos quietos daqui a pouco nem se aposentar iremos mais.

  13. Se for pra parar, tem que parar tudo, transportes urbanos, bancos, comércio, correios, funcionalismo público, tudo mesmo, senão não vai adiantar nada, o brasileiro tem que vestir a camisa, se unir.

  14. Temos que parar o Brasil e mostrar para essa cambada de bandidos disfarçados de políticos que, quem manda e desmanda no país, somos nós e não o contrário. Não precisamos quebrar uma agulha sequer. Vamos somente cruzar os braços. Sou contra greve mas, na atual situação, não vejo opção.

  15. Não sei o porquê dessa paralisação parcial aqui no Rio, como se aqui estivesse tudo bem, sem crise, sem salários atrasados dos servidores, aposentados e pensionistas, desemprego. Nossa, aqui no Rio está tudo ótimo por isso que vai ter paralisação parcial. Bando de frouxos, tem que parar é TUDO! SEM EXCEÇÃO!

  16. Greve, ou apoio ao Lula, os sindicatos estão com medo de perder a boquinha. Chega de tanta falcatrua destas entidades que dizem apoiar o trabalhador.

  17. Neste 28 de abril de 2017 é o dia da caça aos políticos que nos representam no congresso. Está na hora de cercá-los na porta de casa.

  18. QUE TRISTEZA DE PAIS, FERIADO,FERIADO E GREVE EO PIOR:SAO PAULO CARREGANDO O NORDESTE NAS COSTAS. QUE PAIS E ESSE.

  19. Demorou, estao certos. Mas parem tudo obs: outro tapa na cara deles vamos deixar pra 2018 eleiçao. Ninguem sai de casa pra votar

  20. OU TODOS BRASILEIROS TEM UNIAO PARAR TUDO OU SEREMOS ESCRAVOS DE VEZ DE LADROES NO PODER CORRUPÇAO ,IMPUNIDADES. SAUDE DO POVO BRASIELIRO LIXO TOTAL,HOJE PERDI MINHA MAE AMANHA PODERA SER VOCE MAIS DE 20 MILHOES DE DESEMPREGADOS ACORDEM ACORDEM, http://WWW.JAJÁURGÊNTE.COM

  21. Os brasileiros tem que realmente parar tudo e esses políticos já estão tudo com muito dinheiro e deviam ser presos devolverem todo o roubo com juros e correção monetária e serem fuzilados em praça pública. Político bom é político morto sem o produto roubado e devolvido para nós que fomos prejudicados até na previdência. Brasileiros mostre a esses ladrões dia 28/04/2017 o que eles merecem.

  22. É importante fazer greve, manifesto, protesto? MAS É CLARO QUE SIM, apoio totalmente esse movimento, mas nunca fiquei tão. mais tão brava por fazerem isso bem na sexta, querem para o governo, perfeito, tirar todos aqueles ladrões la sera um sonho, mas vocês acham mesmo que eles tão ligam para isso????? Somente pararam quem TRABALHA de um jeito honesto, só pararam quem ESTUDA para fazer desse país um lugar melhor, só irão prejudicar quem realmente se importa, coisa que o governo não dá a minima para isso.

1 Trackback / Pingback

  1. Greve Dia 28/04 – Veja em destaque

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: