Prefeitura de São Paulo firma parceria com Samsung para testar pagamento de tarifa ônibus por celular

Tarifas de ônibus poderão ser pagas por celular

Acordo foi firmado durante visita de Doria na Coréia do Sul

ADAMO BAZANI

O prefeito de São Paulo, João Doria, anunciou nesta sexta-feira, 14 de abril de 2017, em Seul, parceria com a empresa sul-coreana Samsung para iniciar testes de pagamento de tarifa de ônibus por meio de celular.

O telefone móvel funcionaria como uma espécie de Bilhete Único.

Na capital sul-coreana, o sistema já está em vigor há alguns anos.

Usando o aparelho celular, os usuários podem pagar tarifas de ônibus, metrô, táxis, além dos transportes por aplicativo.

Em diversos países, cartões como Bilhete Único já são considerados ultrapassados.

Na entrevista coletiva após o encontro com os executivos, Doria afirmou que a Samsung se propôs a fazer o teste gratuitamente.

“Eles (a empresa Samsung) vão fazer o teste gratuitamente. É muito mais seguro e rápido usar o celular para vários mecanismos de pagamento”

Nem o prefeito e nem os representantes da empresa, entretanto, anteciparam quando será o início dos testes, a tecnologia empregada e não há estimativa de custos para o sistema após a implantação definitiva.

Na visita, Doria disse que quer transformar São Paulo numa “Smart City” e que os parques, estações e terminais de ônibus até 2020 terão integralmente internet gratuita.

O prefeito também afirmou que até 31 de dezembro de 2018 todos os processos burocráticos da prefeitura serão digitais.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

4 comentários em Prefeitura de São Paulo firma parceria com Samsung para testar pagamento de tarifa ônibus por celular

  1. Amigos, bom dia.

    “Smart City” já é.

    Você entra no SAC da PMSP, informa sobre a existência de um buraco na pista do buzão, após clicar em muitas fotos de placas de transito ou posto de gasolina para provar que você não é um rôbo e para demorar mais para você desistir de reclamar, e ai você dar o enter final.

    “Plim”, você recebe o no seu celular que você efetuou a solicitação com o protocolo 201799999999999999999999.

    Porém, se tudo der certo, os passageiros e o buzão continuaram a ter de enfrentar o buracão, pois ele será remendado somente após 15 dias.

    Sem contar respostas inúteis que deixam o munícipe no ar.

    Aliás aproveito este comentário para solicitar a fiscalizadora qual a norma legal, que dissolveu o saldo do meu BU que foi roubado e bloqueado por mim ???

    Outro fato lamentável é que a Prefeitura Regional, não faz gestão, pois nós munícipes contribuintes que além de pagarmos IPTU, ainda temos de ficar reclamando no site para a Regional fazer o dever de casa.

    Já tem drone, motoboy, bike mais nem usam para vistoriar o bairro.

    Então pra que serve as Prefeituras Regionais ???

    Pode fazer convênio com a Nasa, pois nada vai adiantar.

    Sampa precisa ser uma “DO CITY ou “FACILITY CITY”, ( CIDADE QUE FAZ ), o resto é blá, blá, blá.

    Precisamos é que trabalhem.

    Melhor voltar o antigo passe comum.

    Pagar antecipado à PMSP, nem por neurociência.

    Entrou no buzão pagou e pronto.

    Dinheiro no bolso do passageiro e não nesse monte de empresa que fica gerenciando o dinheiro do passageiro contribuinte e ganhando milhões para gerir o $$ da forma que gerem, assim até eu que sou mais bobinho.

    Gentemmmm a fiscalizadora faz vistoria em Scania e Millenium zerados, o saldo do meu BU roubado “sumiu”, carro bota ta ai todo dia pra todo mundo que quiser ver, e o GPS e as linhas sobrepostas e as “caranguejadas zigzagueadas” ???????????

    Aprendam a fazer a lição de casa, para depois tirar foto.

    Att,

    Paulo Gil

  2. Veremos se isso ira funcionar.

  3. E se eu ficar sem bateria? E as pessoas idosas que costumam não ter um celular “moderno”?

  4. Como opção é valido porque ajudaria muitos usuários e o sistema.
    Necessário lembrar que fizeram isto com a Zona Azul, de forma compulsória/obrigatória.

    Melhor mesmo seria um bilhete REALMENTE único para mobilidade, com estrutura de cartão de débito bancário. Usuários de passagem/viajantes o comprariam de forma mais simples e rápida.

2 Trackbacks / Pingbacks

  1. Alckmin e Doria firmam acordo para privatização de Bilhete Único – Diário do Transporte
  2. Avelleda vai ouvir em São Paulo empresas, setor acadêmico e especialistas em evento sobre tecnologia nos transportes – Diário do Transporte

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: