Hackatona EMTU/Metra traz ideias de aplicativos novos para transporte público na Grande São Paulo

Equipes selecionadas vão apresentar ideias em evento na capital paulista

Três equipes foram semifinalistas e vão apresentar propostas em evento a UITP – União Internacional dos Transportes Públicos

ADAMO BAZANI

Aplicativos de computadores e para celulares podem trazer em breve novidades para melhor operação, controle, gerenciamento e informação ao passageiro dos transportes na Grande São Paulo.

Isso deve ser um dos resultados da 1ª Hackatona Metropolitana EMTU-Metra que terminou neste domingo, dia 19. Foram 34 horas de atividades ininterruptas que reuniram 11 grupos de programadores, designers ou técnicos das áreas de inovação e tecnologia para desenvolvimento de propostas de solução para o problema de mobilidade. Os trabalhos começaram no sábado.

Foram selecionadas as equipes Computer Society, Sales Soluções e Top Dow, que desenvolveram aplicativos para melhorar o transporte público.

Agora, juntas as três equipes vão detalhar as ideias em apresentação nesta quinta-feira, 23 de março, durante a Semana UITP América Latina, no Centro Britânico Brasileiro, na capital paulista.

As três equipes ganharam como “prêmio” a criação de uma incubadora (startup) por um período de até seis meses. Será permitido aos integrantes darem prosseguimento às ideias apresentadas dentro de um ambiente com a infraestrutura necessária a ser disponibilizada por técnicos da EMTU. – diz nota da Metra.

O evento é o primeiro no Brasil e integra a 26ª edição realizada em diversos países, que teve como tema “O Transporte Público Sustentável e Acessível Como Centro das Soluções de Mobilidade Multimodal”. O apoio é da União Internacional do Transporte Público (UITP) e da Fundação Youth for Public Transport (Y4PT).

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes