Ônibus de Ferraz de Vasconcelos devem ter integração com ônibus da EMTU

Projeto piloto é feito entre Governo do Estado e prefeitura

ADAMO BAZANI

Linhas municipais de Ferraz de Vasconcelos, na Grande São Paulo, poderão ser integradas aos ônibus intermunicipais gerenciados pela EMTU – Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos.

O projeto piloto de integração é desenvolvido entre o governo do estado e a prefeitura, de acordo com o Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê –Condemat.

A minuta do convênio entre a EMTU e a Prefeitura de Ferraz está em fase de finalização.

Inicialmente, a integração deve atender a região da Vila São Paulo.

A ausência de integração entre ônibus municipais e o sistema da EMTU é um problema antigo que tem afetado a mobilidade na capital paulista e região metropolitana.

Como não há nenhum tipo de integração física ou tarifária na malha das linhas é necessário que o passageiro que usa ônibus metropolitanos e ônibus municipais tenha dois cartões e pague duas tarifas, o que torna a viagem cara.

Em muitos casos, do ponto de vista financeiro, sai mais vantajoso ir de um município a outro de carro do que pagar uma tarifa municipal e depois outra intermunicipal.

Como os ônibus metropolitanos não servem todos os bairros das cidades, e nem é este o propósito de uma linha metropolitana, muitas vezes para ir de uma cidade a outra, o passageiro primeiro pega um ônibus do bairro até a região central ou de maior movimento e depois um veículo do sistema EMTU.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes